Michael Schumacher "está em estado vegetativo", afirma neurologista suíço

Um novo documentário sobre Michael Schumacher procura esclarecer o mistério sobre a sua condição de saúde, após o acidente que o antigo campeão de Fórmula 1 sofreu em 2013. Médico suíço diz que o alemão nunca irá recuperar.

Desde 2013, quando teve um grave acidente ao fazer esqui, Michael Schumacher vive longe dos holofotes e sem se saber muito bem qual a sua condição de saúde. O piloto de automobilismo prossegue com a recuperação em sua casa, em Genebra, na Suíça, e agora um novo documentário revela a opinião de um neurologista suíço: "Schumacher está em estado vegetativo."

O médico Erich Riederer está pessimista quanto ao estado de Schumacher, embora não o tenha visto ou tenha sequer contacto direto com os seus familiares e os médicos que o tratam diariamente. "Ele está em estado vegetativo. Respira, o seu coração bate, talvez consiga sentar-se ou dar alguns passos com ajuda mas não mais que isso. Se há alguma hipótese de ser o mesmo de antes do acidente? Não me parece", disse no documentário "Michael Schumacher: em busca da verdade".

O neurologista critica ainda a forma como Schumacher foi tratado nos primeiros dias após o acidente. O heptacampeão mundial de Fórmula 1 foi transferido para o Hospital Universitário de Grenoble, onde passou algumas semanas até ser evacuado para a sua casa, de onde apenas saiu para se submeter a tratamentos.

Os médicos que o atenderam, segundo diz Riederer, ficaram muito chocados com a relevância pública do doente, com o alvoroço da imprensa e possivelmente não agiram corretamente. "Em neurocirurgia, sempre dizemos que 'o tempo é o cérebro', o que significa que é preciso agir imediatamente. Na minha opinião, esperaram muito até que o cérebro fosse aliviado. Se deixarmos o tempo passar, a massa cerebral é destruída", apontou.

No documentário é deixada a ideia que o alemão nunca irá recuperar do estado em que se encontra. Outro neurologista, Gérald Kierzek, afirmou que "após mais de seis anos, está num estado de séria lesão cerebral, provavelmente acamado, incapaz de andar e com uma atrofia muscular que causou uma vincada metamorfose física"..

Michael Schumacher, agora com 51 anos, é um dos mais bem sucedidos pilotos de Fórmula 1, com sete títulos mundiais e mais de 300 grandes prémios disputados. Em dezembro de 2013, sofreu um acidente quando esquiava com o filho na região dos Alpes franceses. Bateu com a cabeça numa rocha e sofreu uma lesão cerebral grave.

Em Grenoble, foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. Ficou em coma e, em junho do ano seguinte, foi transferido para Lausanne, na Suíça. Depois de passar três meses hospitalizado, Schumacher foi para casa da família, junto ao lago Genebra. Nunca mais foi visto e a mulher Corinna continua a tratá-lo, em secretismo. O casal tem dois filhos.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG