"Messi não é, de todo, um sonho proibido"

Ex-presidente do Inter, Massimo Moratti, abordou a possibilidade de o clube de Milão avançar para a contratação do argentino, que tem apenas mais um ano de contrato com o Barcelona.

O Inter sonha com a contratação de Lionel Messi e o ex-presidente aprova. "Acho que não é, de todo, um sonho proibido. Talvez nem sequer o fosse antes desta desgraça. O Messi está no final do seu contrato e, sem dúvida, seria um esforço tremendo do clube trazê-lo para cá. Não sei se o contexto atual vai mudar para melhor ou pior, mas acho que veremos coisas estranhas no final do ano", admitiu o ex-presidente do Inter, Massimo Moratti.

O namoro já vem desde 2016. O clube nerazzuri é um dos cinco emblemas que já terão mostrado interesse no jogador do Barcelona, juntamente com Manchester City, Manchester United, Paris Saint-Germain e a Juventus. O argentino tem apenas mais um ano de contrato e ainda não renovou, apesar de ter manifestado publicamente a intenção de seguir em Camp Nou. Mas o clima no clube catalão já conheceu dias melhores - Messi criticou publicamente o diretor do futebol e até o presidente - e o jogador pode resolver seguir para outras paragens.

O camisola 10 do Barça tem mesmo uma cláusula no contrato que o deixa sair livre este verão, desde que avise o clube com um mês de antecedência. Mas, mesmo que saia a custo zero, contratar o argentino não é para todos. Messi recebe cerca de 71 milhões de euros brutos por temporada em Barcelona, sendo que 15% são verbas de direitos de imagem.

Para já Messi tem ​​​​​​​contrato até 30 de junho de 2021 e uma cláusula de rescisão de 700 milhões de euros.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG