Matemático diz que Flamengo de Jesus "tem 97% de chances de ganhar"

Clube de Jorge Jesus venceu o clássico contra o Fluminense e está há 17 jogos sem perder. Um matemático fez as contas e diz que é quase impossível roubar o título ao Fla. O técnico português sacode o favoritismo.

No Brasil, o futebol são 11 contra 11 e no fim ganha o Flamengo. Pelo menos, é isso que indicam os resultados do clube do Rio de Janeiro treinado por Jorge Jesus, que já leva 17 jogos sem perder e que, segundo um matemático, tem 97% de hipóteses de ganhar o Brasileirão.

Tristão Garcia, um gaúcho engenheiro, que aplica a matemática a contas da bola, no siteInfobola, descreve - citado pelo jornal desportivo brasileiro Lance - que, após a vitória deste domingo do Flamengo por 2-0 contra o Fluminense (no primeiro clássico Fla-Flu de Jesus) e o empate do segundo classificado, Palmeiras, por 1-1, com o Athletico Paranaense, a equipa treinada pelo técnico português "tem 97% de chances de conquistar o seu sétimo troféu".

Com 11 jornadas por disputar no campeonato, o Palmeiras tem 2% de hipóteses e o Santos apenas 1%. Jorge Jesus para já sacudiu o favoritismo que a matemática lhe dá, apesar dos pontos que leva de vantagem sobre o vice-líder.

"Falta muito campeonato. São 11 jogos, o Flamengo vai perder pontos, e o Palmeiras também. Será um final de campeonato muito complicado, temos jogos difíceis"

"Falta muito campeonato. São 11 jogos, o Flamengo vai perder pontos, e o Palmeiras também. Será um final de campeonato muito complicado, temos jogos difíceis", começou por dizer o português.

"Desde a nossa chegada, tentamos chegar aos primeiros. Tínhamos oito pontos de diferença ao líder em nossa chegada. Foi isso que propusemos aos jogadores. Perdemos 3-0 na Bahia, e eu disse aos jogadores que não tinha problema nenhum. Estamos no topo da classificação e temos que defender esse lugar. Palmeiras e Santos querem ganhar nossa posição. Temos que saber defender a camisa amarela. Camisa amarela é o primeiro lugar do ciclismo aqui no Brasil também?", perguntou Jesus, referindo-se à camisola amarela das provas de ciclismo.

O Lance não tem dúvidas: "É normal!" a vitória do Fla, no jogo no "Maraca". "Mengão passa pelo Flu e amplia vantagem na ponta da tabela", descreve o jornal, que antecipa já o próximo embate, com o Grémio de Porto Alegre, para a Taça Libertadores. "Próximo... Que venha o Grémio! Rubro-negro não perde há 17 partidas", antecipa o diário desportivo.

É também neste jornal que são mostrados os memes com que os adeptos do Flamengo brindaram os seus adversários e paródias ao Fluminense e jogadores. O registo preferido é o de Bruno Henrique ter marcado "em mais um clássico", ele que abriu o marcador, o flu Paulo Henrique Ganso ter sido metido no bolso do lateral-direito Rodinei e o facto de Gérson ter feito "valer a "lei do ex"", uma referência aos jogadores que marcam aos antigos clubes.

O próprio Gérson no final provocou o seu adversário: "A lei do ex sempre funciona. Eu sou grato ao Fluminense, foi o clube que me formou, mas hoje eu defendo as cores do Flamengo", disse o autor do segundo golo.

Também o avançado Gabriel, conhecido por Gabigol, foi para as redes sociais parodiar um lance do jogo, no qual o Flamengo reclamou penálti. O árbitro mandou seguir e, depois do jogo, Gabriel publicou a foto do lance, citando uma recente declaração de Jorge Jesus, cuja pronúncia (no caso de "cinco a um") tem sido também ela objeto de brincadeira por brasileiros.

Exclusivos