Maradona será operado de urgência

Antigo jogador tinha sido internado com depressão e anemia, mas será afinal operado ao cérebro.

Informações, no mínimo, contraditórias. Maradona foi internado devido a uma depressão e uma anemia, mas segundo o médico, já esta terça-feira, ele estava melhor e poderia sair do hospital pelo próprio pé, se assim o quisesse. As boas notícias duraram pouco. Horas depois soube-se que afinal teria de ser operado de urgência a um coágulo no cérebro.

Segundo a TyC Sports, um exame (TAC) ao cérebro revelou um hematoma subdural - provavelmente resultado de uma pancada na cabeça ou queda violenta - e a necessidade de operar aquele que para muitos foi o melhor jogador de futebol de todos os tempos (a discussão é eterna com Pelé) . Maradona será operado assim que fizer uma ressonância magnética final. A cirurgia poderá durar cerca de seis horas.

O ex-jogador e agora treinador foi internado num hospital de Buenos Aires, por estar "emocionalmente mal" e por sofrer de "anemia". A notícia correu mundo e levou o médico pessoal a dizer que ele estava melhor e que queria sair do hospital. "Eu gostaria que ele (Maradona) continuasse mais um dia sob observação. Continua com anemia e está um pouco desidratado. Normalmente, esses casos necessitam de três dias de internamento, por isso espero que continue. Mas, ele é independente e pode sair se assim o desejar", dissera o médico Leopoldo Luque aos jornalistas argentinos, junto à clínica particular em que El Pibe está acomodado, a 60 quilómetros a sul de Buenos Aires.

O antigo internacional argentino celebrou 60 anos na última sexta-feira, dia em que quebrou o isolamento profilático - um dos guarda costa tinha sintomas de infeção por covid-19 -para ser homenageado no estádio do Gimnasia de la Plata, clube do qual é treinador, pelos presidentes do Gimnasia, Gabriel Pellegrino, da Federação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, e da Liga Profissional de Futebol do país, Marcelo Tinelli.

Além do histórico de problemas cardíacos e de hipertensão, e ter sido operado ao joelho direito no ano passado, Maradona também sofre de insónias, segundo os seus médicos, que garantiram que o argentino "está completamente limpo da cocaína", mas que "em alguns momentos comete excessos com bebidas alcoólicas".

Nos últimos meses, Diego Maradona perdeu peso e retomou os exercícios de reabilitação ao joelho direito, alvo de uma cirurgia no ano passado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG