Ronaldo tira medalha de finalista vencido. O gesto que está a dar que falar

A Juventus saiu este domingo derrotada pela Lazio (3-1). Internacional português não escondeu a frustração e tirou medalha de finalista vencido da Supertaça italiana assim que a recebeu

Em Riade, Arábia Saudita, a festa foi dos romanos. Este domingo, a Lazio (vencedora da Taça de Itália do ano passado) levou a melhor sobre a campeã Juventus (3-1) e festejou a conquista da Supertaça italiana. Os romanos já tinham ganho à equipa de Turim para o campeonato e pelo mesmo resultado.

Num encontro em que a equipa de Simone Inzaghi foi superior coletivamente, Luis Alberto fez o primeiro golo do jogo aos 17 minutos. Antes do intervalo, Dybala fez o golo do empate, numa recarga após potente remate de Cristiano Ronaldo.

Sem conseguir impor o seu jogo e fortemente condicionadas pelos romanos, a Juventus voltou a sofrer. Aos 73 minutos, o bósnio Lulic voltou a colocar a Lazio em vantagem. Perto do final, e já depois de um golo anulado à Lazio, a equipa romana chegou mesmo ao 3-1, num livre direto, marcado por Cataldi. Um grande golo a fechar as contas do jogo que deu a quinta Supertaça aos romanos.

Cristiano Ronaldo falhou assim o primeiro troféu da temporada. O português esteve no lance do golo da Juve e teve mais dois remates perigoso, mas acabou o jogo em branco. No momento em que foram entregues as medalhas de prata (a de vencido), no relvado do Estádio Universitário Rei Fahd, o internacional português recebeu-a, mas tirou-a logo de seguida do pescoço, não escondendo a frustração.

A atitude de CR7 motivou logo um debate nas redes sociais: sinal de frustração, dizem os fãs do capitão da seleção nacional; prova de que não sabe digerir a derrota, frisam os haters.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG