Versão económica chumbada. Leões perdem na Áustria e agora rezam no sorteio

Leões foram derrotados por 3-0 pelo LASK Linz e caíram para o segundo lugar do grupo D, o que implica que no sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa não serão cabeças-de-série

Um Sporting em versão modo económico foi nesta quinta-feira derrotado na Áustria, pelo LASK Linz, por 3-0, falhando assim o primeiro lugar do Grupo D, o que implica que no sorteio dos 16 avos da Liga Europa, na segunda-feira, não será cabeça-de-série e arrisca-se a ter de defrontar um 'tubarão'. Silas correu demasiados riscos, apostando numa equipa praticamente de suplentes, e deu-se mal, até porque ainda no decorrer da primeira parte os leões ficaram reduzidos a 10 jogadores.

Foi uma autêntica revolução no onze do Sporting - o treinador leonino, na verdade, já tinha dado pistas nesse sentido. Sem poder contar com Bruno Fernandes (castigado), e com Mathieu e Vietto fora da convocatória por opção, o onze que entrou em campo estava repleto de surpresas.

Acuña, Wendell, Luiz Phellype, Doumbia e Bolasie começaram o jogo no banco de suplentes. Avançaram para a titularidade Borja, Rodrigo Fernandes (estreia a titular em jogos da Liga Europa), Miguel Luís, Rafael Camacho e Pedro Mendes (outra estreia a titular na prova). Comparativamente ao último jogo, com o Moreirense, foram nove as alterações.

O treinador do Sporting correu riscos, porque uma derrota atirava a equipa para o segundo lugar e consequentemente para fora do pote dos cabeças-de-série no sorteio de segunda-feira. E foi isso mesmo que se confirmou, com as segundas linhas a nunca conseguirem superiorizar-se a uma equipa austríaca que já tinha mostrado em jogos anteriores ter qualidade, numa derrocada que começou logo na primeira parte.

Aos 23', os austríacos colocaram-se em vantagem com um golo de cabeça do central Trauner, no seguimento de um pontapé de canto onde os jogadores leoninos falharam as marcações, para irritação de Silas, que não disfarçou no banco o seu desalento.

Percebia-se que as segundas linhas do Sporting não tinham andamento para o LASK. E o cenário tornou-se mais negro quando o guarda-redes Renan foi expulso após cometer uma falta sobre Klauss na área. E de penálti, aos 38', o mesmo Klauss fez o 2-0. Com a expulsão de Renan, Silas foi obrigado a tirar Rodrigo Fernandes para colocar o guarda-redes Maximiano.

O treinador leonino, temendo o pior, fez logo uma substituição após o intervalo, prescindindo do avançado espanhol Jesé para a entrada de Doumbia para reforçar o meio-campo. Como se esperava, o jogo foi de sentido único, com a equipa leonina preocupada em não sofrer mais golos, e o LASK na expectativa de marcar o terceiro golo.

Os leões, mesmo assim, tiveram uma boa oportunidade para reduzir aos 63'. Num lance de insiistência de Pedro Mendes, a bola sobrou para Rafael Camacho, que depois de tirar o guarda-redes Schlager do caminho perdeu ângulo e rematou às malhas laterais.

As melhores oportunidades da segunda parte pertenceram ao LASK. E aos 70' uma grande defesa de Maximiniano impediu que Ranftl marcasse o terceiro dos austríacos, num remate forte de primeira. Imediatamente a seguir, Silas trocou avançado por avançado, com Luiz Phellype a entrar para o lugar de Pedro Mendes.

O LASK ainda marcou, mas o golo de Raguz foi anulado por fora de jogo. Havia pouco tempo para jogar, e na baliza Maximiano (o melhor dos leões em campo) foi adiando com boas intervenções as investidas dos austríacos com várias boas defesas. Mas na compensação foi incapaz de evitar o 3-0, apontado por Raguz. Agora é esperar pelo sorteio de segunda-feira, no qual os leões vão estar no pote das equipas que não são cabeças-de-série.

VEJA AQUI OS GOLOS

FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Linzer, na Áustria.

LASK Linz-Sporting, 3-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores: 1-0, Trauner, 23 minutos; 2-0, João Klauss, 38 (grande penalidade) e 3-0, Raguz, 90+3.

LASK Linz: Schlager, Wiesinger, Trauner, Filipovic (Pogatetz, 88), Ranftl, Holland, Michorl, Potzmann, Goiginger, Frieser (Tetteh, 63) e João Klauss (Raguz, 71).

Treinador: Valérien Ismael.

Sporting: Renan Ribeiro, Rosier, Tiago Ilori, Coates, Borja, Rodrigo Fernandes (Luís Maximiano, 37), Eduardo, Miguel Luís (Luiz Phellype, 71), Jesé (Doumbia, 46), Rafael Camacho e Pedro Mendes.

Treinador: Silas.

Árbitro: William Collum (Escócia).

Ação disciplinar: Cartão vermelho direto para Renan Ribeiro (35).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG