Juventus perde final da Taça e Ronaldo falha troféu que lhe falta em Itália

Após um nulo nos 90 minutos, o jogo foi decidido na marcação de grandes penalidades. Dybala e Danilo falharam e o Nápoles aproveitou para conquistar a Taça de Itália, o troféu que ainda falta a Cristiano Ronaldo.

A Juventus perdeu a final da Taça de Itália frente ao Nápoles, sendo derrotada na marcação de grandes penalidades, por 4-2, após o jogo terminar 0-0 nos 90 minutos. Cristiano Ronaldo falhou assim a conquista do troféu que lhe falta em Itália. Já venceu o Campeonato e a Supertaça mas a Taça ainda não foi desta.

Quem festejou foi outro português, o lateral Mário Rui, que foi titular na equipa do sul de Itália e ergueu no final a Taça de Itália.

No Estádio Olímpico de Roma, após nulo nos 90 minutos, em que o Nápoles esteve mais perto de vencer com uma oportunidade clara mesmo sob o final do jogo - valeu o experiente Buffon - houve recurso a marcação de grandes penalidades.

Paulo Dybala falhou logo na marcação da primeira grande penalidade e na segunda tentativa atirou a bola por cima da baliza. O Nápoles converteu os dois primeiros penalties e ficou logo com uma vantagem confortável. A Juventus ainda marcou por duas vezes mas os napolitanos nunca falharam e o quinto penalty nem chegou a acontecer. Ronaldo não chegou a participar assim na decisão.

Foi a sexta vez que o Nápoles, orientado agora por Gennaro Gattuso, venceu a Taça de Itália. A Juventus tem 12 taças no currículo.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG