Jorge Jesus. "Ainda não estamos preparados para sermos favoritos na Champions"

Treinador do Benfica reconhece "passo atrás" logo no primeiro jogo, após derrota em Salónica (1-2) que afasta equipa do acesso à Liga dos Campeões

Jorge Jesus colocou o mérito no guarda-redes do PAOK (Zivko Zivkovic) e o demérito na ineficácia ofensiva da equipa, após uma derrota dura no primeiro jogo da época. O PAOK bateu o emblema da Luz por 2-1 e segue para o play off da Liga dos Campeões, enquanto os vice-campeões portugueses vão para a Liga Europa.

"É um passo atrás porque saímos da Champions. Esse era um sonho, chegar mais longe sabendo que a Champions é uma competição para a qual ainda não estamos preparados para sermos os favoritos a vencer", admitiu o treinador que regressou à Luz depois do período 2009/2015.

"Saímos após o primeiro jogo, sabendo que passando estas duas eliminatórias e entrando na fase de grupos poderíamos ir muito longe na Liga dos Campeões", avançou o treinador.

No entanto, faltou pontaria: "A equipa do Benfica teve qualidade ofensiva, criou muitas oportunidades. Nesta altura não conseguimos fazer tantos golos como as oportunidades".

E nomeia um responsável, segundo Jesus: Zivko Zivkovic. "[Houve] algum mérito do guarda-redes do PAOK, que tirou três golos", atirou.

"O resultado é do PAOK, mas sabemos que temos valor para uma caminhada muito melhor na Liga dos Campeões", disse ainda assim o técnico.

"É um início de época com muitos jogos complicados, porque se o Benfica passasse íamos jogar com o Krasnodar e na Rússia. Temos é de preparar-nos para o jogo de sexta-feira com o Famalicão. Vamos analisar as coisas que não foram boas e ver o que foi feito bem", concluiu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG