Jorge Costa anunciado na Guiné Equatorial, afinal vai para a Roménia?

Na Guiné Equatorial, o treinador português foi apresentado em conferência de imprensa, sem a sua presença, como o novo selecionador do país africano. Mas afinal estará na Roménia para assinar pelo clube Gaz Metan.

O presidente da Federação de Futebol da Guiné Equatorial chamou os jornalistas e deu a novidade: A contração de um novo selecionador, o português Jorge Costa. A agência de notícia France-Presse difundiu: "O português Jorge Paulo Costa Almeida é o novo técnico da seleção da Guiné Equatorial, substituindo o francês Sébastien Migné, anunciou nesta quinta-feira a Federação Nacional (Feguifut)." Mas tudo indica que o antigo internacional português vai treinar um clube na Roménia, de acordo com a imprensa desportiva portuguesa.

Na AFP; a notícia já difundida por L'Équipe e FranceFootball, dá conta que o "o ex-jogador da seleção portuguesa, de 48 anos, que já foi treinador do Gabão entre 2014 e 2016, terá a missão de classificar a Guiné Equatorial para o Campeonato Africano das Nações (CAN), a ser disputado no próximo ano nos Camarões. O primeiro jogo à frente da equipa africana será um amigável marcado para 12 de outubro contra o Gana, na Turquia."

No site da Federação da Guiné Equatorial, a sua contratação é dada como certa. Supostamente, Jorge Costa iria substituir o francês Sébastien Migné, contratado em novembro de 2019, mas demitido em abril de 2020.

Contudo, a imprensa desportiva, de que são o exemplo O Jogo e Maisfutebol, indicam que o treinador português viajou para a Roménia para assinar pelo clube Gaz Metan, atual sexto classificado do campeonato romeno e que despediu o checo Dusan Uhrin.

Ainda esta quinta-feira ou amanhã, o futuro deve ficar esclarecido com a provável anúncio da assinatura pelo clube romeno. Tudo indica que havia interesse do país africano mas um projeto europeu seduziu mais Jorge Costa. Na Roménia, em 2011/2012, como técnico principal, já foi campeão nacional pelo Cluj.

Aos 48 anos, Jorge Costa já foi treinador em 12 equipas. Em 2006, começou no Sporting de Braga, seguindo-se Olhanense, Académica, Cluj (Roménia), AEL Limassol e Anorthosis (Chipre), Paços de Ferreira, seleção do Gabão, Sfaxien (Tunísia), Arouca, Tours (França) e, nas duas últimas épocas, o Mumbai City (Índia).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG