Jesus recebe medalha Tiradentes na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

A assembleia tornou-se num pequeno Maracanã, onde foram entoados cânticos já tradicionais ao "Mister". O treinador português agradeceu e lembrou os laços que ligam Portugal ao Brasil.

Jorge Jesus continua a receber distinções no Brasil graças às conquistas da Taça Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Desta vez, foi distinguido pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro com com a Medalha Tiradentes, destinada a pessoas que prestaram serviços relevantes à causa pública do estado carioca.

A sala onde decorreu a homenagem tornou-se praticamente um mini Maracanã, com bandeiras do Flamengo, em que os presentes cantaram o hino do clube e até o já famoso "Olé, olé, olé, Mister, Mister".

Após receber a Medalha Tiradentes, Jorge Jesus mostrou-se agradecido pela distinção e no seu discurso enalteceu a ligação entre Portugal e Brasil. "É uma história revolucionária em relação ao colonialismo português e é curioso um português receber agora uma medalha em homenagem a ele. Ainda bem que é assim. D. Pedro I também deu a independência ao Brasil em 1822, sem problema nenhum. Na Revolução de 1974 também não houve tiros nem sangue. Nós, portugueses, sabemos fazer as coisas. Portugal e Brasil vão estar sempre ligados, pela história e pelo sangue", disse o técnico do Flamengo.

Refira-se que Tiradentes foi um herói brasileiro na luta contra o colonialismo português, que dava pelo nome de Joaquim José da Silva Xavier e ficou conhecido com esse apelido por ser dentista.

Jorge Jesus foi ainda questionado sobre se tantas homenagens poderão contribuir para a sua continuidade no clube, depois do Mundial de Clubes, que se realiza na próxima semana. "Quando cheguei ao Brasil vinha com um sonho. Não sabia se ia realizá-lo, mas sabia que tinha muito para dar certo. O que não sabia era o impacto destes títulos na vida das pessoas, na sociedade, num clube que é uma referência mundial. Isso não tinha noção e mexe comigo, como é óbvio", disse.

O treinador português junta a Medalha Tiradentes, à condecoração com a medalha Pedro Ernesto concedida pela Câmara de Vereadores do município do Rio de Janeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG