Jesus e a permanência no Flamengo: "Carinho da nação do Mengão terá influência"

Treinador português mantém tabu sobre continuidade no Flamengo após dezembro. Mas revela que o carinho que todos têm demonstrado por ele vai pesar na hora de decidir.

Jorge Jesus mantém o tabu em torno da sua permanência no Flamengo a partir de janeiro. Nesta quarta-feira, o treinador foi alvo de mais uma homenagem, da parte do presidente do clube, mas uma vez mais não desvendou qual será o seu futuro.

"Em meu nome e em nome da minha equipa técnica, estamos muito agradecidos por este convívio com vocês. A extrema demonstração de carinho e o gosto que vocês têm em que estejamos e continuemos no Flamengo. A vida é como a Marisa diz. É caminhando em frente. Tomando decisões e aquilo que será o futuro da nossa vida. A gente nunca sabe o dia de amanhã. Mas todo o carinho que nós temos sentido da nação do Mengão, para nós, terá muita influência na nossa decisão", referiu. Na homenagem, Jesus recebeu de presente uma camisola metade Flamengo, metade seleção portuguesa.

Como o DN já revelou, o técnico está inclinado a deixar o clube no final de dezembro, pois pretende regressar à Europa para treinar um clube de topo. Mas as muitas manifestações de apoio dos adeptos, dirigentes e jogadores têm deixado o técnico sensibilizado. Jesus, recorde-se, tem contrato até maio de 2020, mas uma cláusula no seu vínculo permite-lhe sair em dezembro.

O Flamengo, já campeão brasileiro, defronta esta noite o Avaí, em jogo do campeonato. O clube brasileiro vai depois começar a preparar a participação no Mundial de Clubes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG