Jesús Corona foi eleito o melhor jogador da I Liga 2019-20

O extremo mexicano disse estar orgulhoso pela distinção, numa noite em que o FC Porto foi ainda premiado com o melhor guarda-redes e melhor golo. Sérgio Conceição foi o treinador do ano.

O mexicano Jesús Corona, do FC Porto, foi esta sexta-feira eleito melhor jogador da temporada 2019-20, na cerimónia de abertura da nova época, denominado Kick-Off, que se realizou na Real Companhia Velha, em Vila Nova de Gaia.

Na sua quinta temporada de dragão ao peito, o extremo admite que foi "especial" conquistar o seu primeiro troféu de melhor jogador do campeonato. "Estou muito contente e orgulhoso pelas pessoas que me ajudaram a conquistar o prémio, a minha família, os meus colegas e todo o staff", frisou. Ainda assim, Corona sublinhou que "o mais importante foi o que foi conquistado como como equipa". "Trabalhámos muito durante a época e com o covid todos mereciam ganhar, mas nós merecemos mais. Dedico este prémio aos adeptos e à minha família", sublinhou.

O extremo portista olhou já para a próxima época, na qual promete "deixar tudo em campo" para voltar a conquistar o título. "Vamos lutar por esse campeonato e pelas outras provas que virão", sublinhou.

O FC Porto dominou os prémios da Liga, tendo sido ainda distinguidos Augustín Marchesín como melhor guarda-redes, enquanto o golo de Zé Luís frente ao Paços de Ferreira foi eleito o melhor da temporada.

Sérgio Conceição "sem lágrima no olho"

Sérgio Conceição foi eleito treinador da temporada 2019-20, depois do título conquistado no comando do FC Porto. "É um prémio individual, mas que não me deixa com a lágrima no olho como quando conquistamos prémios coletivos", começou por dizer para depois dizer que se trata de "um prémio de uma equipa que trabalha todos os dias na procura do sucesso". "Devo ainda agradecer ao nosso grandíssimo presidente que tem sido inexcedível no apoio à equipa, também agradeço a toda a minha equipa técnica", frisou.

O treinador do FC Porto admitiu ainda que "foi uma época difícil pelo que aconteceu na nossa sociedade". "Disse esse grande goleador Gianluca Vialli, que recentemente venceu um problema oncológico, que a vida é feita de 10% daquilo que nos acontece e 90% da forma como lidamos com o que nos acontece. E é assim que lidarmos como esses problemas internamente", sublinhou.

Em relação à próxima temporada, Sérgio Conceição deixou a certeza de que nada o "motiva mais do que representar o FC Porto" e como tal assume que o objetivo é "conquistar todas as provas" em que a equipa entrar. "O trabalho está a começar de forma positiva, mas o que nos deixa orgulhosos e contentes é que no primeiro dia não se falou do que conquistámos, mas sim do que queremos conquistar. Assim é mais fácil o trabalho da equipa técnica", finalizou.

Curiosa foi a rábula da atribuição do prémio de melhor treinador da II Liga, com o escolhido a ser Joaquim Rodrigues, treinador adjunto do Nacional, porque o técnico principal Luís Freire não tem habilitações suficientes.

A Liga Portugal anunciou ainda que a final four da Taça da Liga vai realizar-se em Leiria nas próximas três temporadas, isto depois de Braga ter sido a anfitriã da fase decisiva desta competição nos últimos tês anos.

Eis todos os prémios:

I LIGA

Onze do ano: Marchesín (FC Porto); Ricardo Esgaio (Sp. Braga), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Benfica), Alex Telles (FC Porto); Pedro Gonçalves (Famalicão), Otávio (FC Porto), Pizzi (Benfica); Mehdi Taremi (Rio Ave), Jesús Corona (FC Porto), Paulinho (Sp. Braga)

Melhor jogador: Jesús Corona (FC Porto)

Melhor treinador: Sérgio Conceição (FC Porto)

Melhor marcador: Carlos Vinícius (Benfica)

Melhor guarda-redes: Augustín Marchesín (FC Porto)

Melhor jogador jovem: Pedro Gonçalves (Famalicão)

Golo do ano: Zé Luís (FC Porto)

Prémio fair-play: Gil Vicente e Pawel Kiszek (Rio Ave)

Melhor relvado: Portimonense

II LIGA

Melhor jogador: Ryan Gauld (Farense)

Melhor treinador: Joaquim Rodrigues (Nacional)

Melhor marcador: Agdon (UD Oliveirense)

Melhor guarda-redes: Daniel Guimarães (Nacional)

Melhor jogador jovem: Daniel Bragança (Estoril)

Golo do ano: Rodrigo Dantas (Casa Pia)

Prémio fair-play: Casa Pia e Zé Tiago (Mafra)

Melhor relvado: Benfica B

OUTRAS DISTINÇÕES

Prémio de mérito: Direção Geral da Saúde

Media partner: SporTV

Parceiro oficial do ano: Sabseg Seguros

Prémio prestígio: Valentim Loureiro

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG