Itália é a segunda seleção a garantir o apuramento para o Europeu

Os italianos, que estrearam um equipamento verde, venceram a Grécia por 2-0, em Roma, festejaram a qualificação e esqueceram as frustrações causadas por terem ficado fora da fase final do Mundial 2018.

A Itália tornou-se este sábado a segunda seleção apurada para a fase final do Euro 2020, depois da Bélgica, estando assim de regresso a uma grande competição depois de ter falhado o Mundial 2018.

Com o seu novo equipamento verde, os italianos venceram a Grécia no Estádio Olímpico de Roma, por 2-0, um resultado que começou a ser construído apenas na segunda parte, aos 63 minutos, quando Bouchalakis intercetou a bola com o braço dentro da área, tendo Jorginho aberto o marcador na transformação do penálti correspondente.

A tranquilidade da equipa de Roberto Mancini acabou por chegar aos 78 minutos, quando Bernardeschi fez o segundo golo com um remate de longe que bateu o guarda-redes Paschalakis, que relegou o benfiquista Vlachodimos para o banco de suplentes dos gregos, que estão praticamente fora da corrida ao apuramento.

Na luta estão agora três equipas para uma vaga neste grupo J. A Bósnia ganhou um novo fôlego ao receber e vencer a Finlândia, atual segunda classificada, por 4-1, reduzindo assim a distância que separa estas duas seleções para apenas dois pontos. Izet Hajrovic (29 minutos), Miralem Pjanic (37' e 58') e Armin Hodzic (73') marcaram os golos bósnios, tendo o avançado Joel Pohjanpalo marcado para os finlandeses (79').

Quem perdeu uma boa oportunidade de ficar a um ponto da zona de apuramento foi a Arménia, que não foi além do empate 1-1 na visita ao Liechtenstein. Os arménios até começaram bem com um golo aos 19 minutos, por Barseghyan, mas na segunda parte (72') viram Yanik Frick fazer a igualdade.

Espanha cede empate na Noruega

A Noruega salvou um ponto nos instantes finais da partida com a Espanha, em Oslo, ao beneficiar de um penálti transformado por Joshua King. Este golo impediu os espanhóis, que tinham aberto o marcador por Saúl Ñiguez (47') de ficarem a um ponto do apuramento.

Ainda assim, a seleção orientada por Robert Moreno, que perdeu os primeiros pontos no grupo F, poderá fazer a festa na terça-feira na Suécia. Já a Noruega vê o apuramento voltar ao radar, sobretudo se vencer na próxima jornada na Roménia, porque depois terá jogos aparentemente mais fáceis com Ilhas Faroé e Malta.

Nos outros jogos do dia, não houve surpresas. A Suécia, segunda classificada, foi a Malta ganhar por 4-0, mantendo assim o ponto de vantagem que tem sobre a Roménia, que foi às Ilhas Faroé vencer por 3-0, e os quatro em relação à Noruega.

Suíça perde e complica apuramento

A Suíça ficou numa situação delicada na luta pelo apuramento para o Euro 2020, depois de perder em Copenhaga, com a Dinamarca, por 1-0. Youssuf Poulson aos 84 minutos fez o único golo da partida, que permitiu aos dinamarqueses assumir a liderança do grupo D, com 12 pontos, os mesmos que a República da Irlanda, que não foi além do empate 0-0 na Geórgia.

Com o benfiquista Seferovic como titular, os suíços somaram a primeira derrota do apuramento, ficando agora a quatro pontos das duas seleções que ocupam os lugares de apuramento direto, embora tenha menos um jogo. Nesse sentido, é fundamental vencer na terça-feira, em Genebra, os irlandeses para manter a esperança de estar presente no Euro 2020.

Exclusivos