Sporting domina campeonato nacional de estrada

As equipas masculina e feminina do Sporting sagraram-se este sábado campeãs portuguesas de estrada de atletismo, com Rui Pinto e Catarina Ribeiro a vencerem individualmente.

Com partida e chegada na pista de honra do Estádio Nacional, no Jamor, os Campeonatos Nacionais de Estrada tiveram duas corridas diferentes, mas com resultados idênticos no final.

Na corrida feminina, logo desde o início, as atletas do Sporting alcançaram as posições cimeiras, até que ficaram na frente Sara Moreira e Catarina Ribeiro, que foram marcando um ritmo forte.

Catarina Ribeiro conseguiu lograr vantagem suficiente para atacar a subida final na frente, entrando na pista com larga vantagem sobre Sara Moreira, que cortou a meta 37 segundos depois da colega.

Catarina Ribeiro venceu, na segunda vez que subiu ao pódio (foi segunda em 2017), enquanto Sara Moreira ficou pela sexta vez na segunda posição. De forma surpreendente, a angolana Neide Dias, do Benfica, subiu ao pódio na terceira posição.

Mais para trás lutava-se pelo pódio coletivo, com as atletas do Sporting a tentarem chegar nos dez primeiros lugares, o que viria a acontecer com o nono posto de Daniela Cunha, com o Sporting a somar 18 pontos, revalidando o título do ano passado, de novo à frente do Recreio de Águeda, com Sporting de Braga em terceiro.

Atleta do Beja AC no pódio

A corrida masculina, que se iniciou 15 minutos depois, mostrou uma corrida muito serena e convicta de Rui Pinto, que desde o início marcou o ritmo da competição, para se mostrar mais forte na subida final e cortar a meta com sete segundos de vantagem sobre o jovem sportinguista Miguel Marques.

Este foi o primeiro triunfo de Rui Pinto nestes campeonatos depois de ter sido segundo em 2015 e terceiro no ano passado. Miguel Marques acabou por ser um inesperado segundo classificado, a liderar o Sporting para um título coletivo esperado, pese embora ter perdido algumas unidades como Rui Pedro Silva e Licínio Pimentel, mas com o quarto elemento a pontuar para a equipa a chegar no sétimo posto. Subiram ao pódio, as equipas do Sporting de Braga e do Maia AC.

Mais surpreendente foi o terceiro posto de Bruno Paixão, do Beja Atlético Clube. O atleta alentejano, de Portalegre, bem conhecido nas provas de estrada, impôs-se mesmo a um corredor sueco, que correu extra, e a Hermano Ferreira.

Principais resultados:

Femininos:

1. Catarina Ribeiro (Sporting), 32.46 minutos

2. Sara Moreira (Sporting), 33.23

3. Neide Dias (Benfica), 34.10

4. Cátia Santos (Estreito), 34.30

5. Susana Cunha (Águeda), 34.35

6. Ana Ferreira (Sporting), 34.40

7. Emília Pisoeiro (Águeda), 34.54

8. Carla Martinho (Águeda), 25.20.

Por equipas:

1. Sporting, 18 pontos

2. Recreio de Águeda, 50 pontos

3. Sporting de Braga, 58 pontos.

Masculinos:

1. Rui Pinto (Benfica), 29.37 minutos

2. Miguel Marques (Sporting), 29.44

3. Bruno Paixão (Beja AC), 29.47

extra - David Nilsson (Suécia), 29.48

4. Hermano Ferreira (Casaense - EAC), 29.52

5. Alberto Paulo (Sporting), 29.58

6. Rui Teixeira (Sporting), 30.07

7. Hélder Santos (Sporting) 30.18.

Por equipas:

1. Sporting, 20 pontos.

Exclusivos