Pichardo contra Évora no Benfica-Sporting do nacional de clubes

Despique entre os dois grandes nomes do triplo-salto é o momento que gera maior expetativa no grande embate entre Benfica e Sporting nos Nacionais de clubes de atletismo em pista coberta, sábado e domingo, em Braga.

Com base nas melhores marcas do ano e nos recentes campeonatos de Portugal, disputados no último fim de semana, a luta promete ser mais equilibrada do que em anos anteriores em masculinos, setor em que com os encarnados, vencedores de seis das últimas sete edições (2012 a 2016 e 2018), defendem o título.

Se não ocorrerem situações, como já aconteceu no passado, de desclassificações por falsas partidas, atletas que não marquem nos concursos, ou lesões em plena competição, o Benfica tem, teoricamente, vantagem em sete/oito provas, com o Sporting, campeão em 2017, a ter favoritismo em cinco/seis.

Competem ainda, sem ambições a intrometer-se entre os dois grandes de Lisboa na corrida ao cetro, Sporting de Braga, Juventude Vidigalense, Jardim da Serra, Maia AC e CA Seia e Grecas.

Individualmente, destaque para o embate entre Pedro Pichardo (Benfica), recordista de Portugal ao ar livre, com 17,95 metros, e Nelson Évora (Sporting), que tem a melhor marca nacional em pista coberta, com 17,40, no triplo-salto.

Além deste aguardado duelo, destaque ainda para a velocidade, em que cada equipa tem vários atletas que pode colocar em ação (Diogo Antunes ou Frederico Curvelo, pelo Benfica, e Carlos Nascimento ou Ancuian Lopes, pelo Sporting).

Em femininos, o Sporting, que ganhou 23 das 25 edições e as últimas oito, desde 2011, é favorito em todas as 13 provas da competição, restando saber se conseguirá o pleno de triunfos individuais ou se surgirá alguma surpresa.

Por seu lado, Benfica, Sporting de Braga e Juventude Vidigalense lutarão pelos dois restantes lugares do pódio.

A competição feminina completa-se com Jardim da Serra, Grecas (resistentes da I Divisão), GA Fátima (campeão da segunda divisão no ano passado) e ADRE Palhaça (subido ao escalão principal).

Em termos individuais, atenção especial para as sportinguistas Evelise Veiga e Olímpia Barbosa, que estão perto das marcas de qualificação para os Europeus de pista coberta - o prazo para obtenção de marcas termina a 20 de fevereiro.

Os 3.000 metros também poderão vir a ser uma prova interessante, caso o Sporting apresente Sara Moreira e o Benfica aposte em Dulce Félix.

O Sporting lidera o histórico de conquistas do campeonato nacional de atletismo em pista coberta, tanto em masculinos, com 17 títulos, contra oito do Benfica, como em femininos, setor em que arrebatou a vitória em 23 de 25 edições, falhando apenas em 1994 (Benfica), na primeira edição, e em 2010 (FC Porto).

As provas da primeira divisão decorrem no sábado, na Nave Desportiva de Braga, entre as 15:20 horas e as 18:00, e no domingo, das 15:00 às 18:00.

Na pista bracarense, em horários diferentes (das 12:30 às 15.15 horas, no sábado, e das 12:00 às 14:200 horas, no domingo), desenrolar-se-á ainda a final da II divisão.

Em masculinos, estará o campeão AC Póvoa de Varzim, a Casa do Benfica de Faro, Juventude Ilha Verde, CA Mazarefes, NA Cucujães, Gira Sol, Sra. do Desterro e Novas Luzes e, em femininos, Oriental de Pechão, Eirense, Maia AC, Srª do Desterro, Escola do Movimento, Casa Benfica de Faro, AC Póvoa de Varzim e Oliveira do Douro.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.