Juventus perde, Ronaldo marca e Kane faz golaço do meio-campo

Ingleses venceram com um grande golo de Harry Kane nos últimos segundos, num jogo disputado em Singapura e relativo à International Champions Cup.

A Juventus, com Cristiano Ronaldo e João Cancelo a titulares, foi derrotada este domingo pelo Tottenham (3-2), num jogo realizado em Singapura e inserido no torneio International Champions Cup. O segundo golo dos italianos foi da autoria de CR7, mas quem deu nas vistas foi Harry Kane pelo grande golo marcado mesmo em cima do final da partida.

Pernate 60.000 pessoas, o Tottenham, finalista vencido da Liga dos Campeões, colocou-se em vantagem aos 31 minutos, por Erik Lamela. Um golo que nasceu de uma jogada de contra-ataque e no qual o guarda-redes Gianluigi Buffon (de regresso à Juventus) ficou mal na fotografia, já que defendeu um primeiro remate de Parrott, mas deixou a bola ao alcance de Lamela, que não perdoou.

Na segunda parte, aos 56 minutos, Gonzalo Higuaín, que entrou após o intervalo, fez o empate no jogo que marcou o seu regresso à Juventus, como que a querer reclamar que tem lugar na equipa numa altura em que se fala com insistência da sua saída. O golo nasceu num bom lance de ataque e após uma tabelinha com Federico Bernardeschi.

Aos 60', Ronaldo, que era um dos jogadores mais inconformados, marcou o segundo golo dos italianos, a fugir bem à marcação dos centrais e a chutar para o fundo da baliza dos ingleses após uma grande assistência de De Sciglio. O português foi substituído três minutos depois e recebeu uma enorme ovação de pé dos adeptos presentes no Estádio Nacional de Singapura.

O jogo estava aberto, bem disputado, e rendeu mais um golo, com o Tottenham a chegar ao empate aos 65', por intermédio de Lucas Moura. Mas o melhor estava guardado para os últimos segundos, quando Harry Kane arrancou um balão do meio-campo e bateu Szczesny, aproveitamdo o adiantamento do guarda-redes polaco. Um verdadeiro golaço.

A partida ficou ainda marcada pela estreias de De Ligt e Rabiot, dois dos reforços da Juventus para esta época, além, claro, dos regressados Buffon e Higuaín.

Exclusivos