Jogo louco em Manchester dá primeira meia-final ao Tottenham em 57 anos

Spurs perderam esta quarta-feira por 4-3 na visita ao Manchester City, mas seguem para a próxima fase, onde terão o Ajax como adversário

21 minutos diabólicos, reviravoltas e o suspense tanto da confirmação do golo decisivo e a anulação de um outro que podia ter virado a eliminatória por parte do videoárbitro. Foram estes os ingredientes que fervilharam no caldeirão do Estádio Etihad, casa do Manchester City que esta quarta-feira viu a equipa da casa ganhar o jogo, por 4-3, mas sair afastada pelo Tottenham nos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Os spurs, que vão medir forças com o Ajax na próxima fase, regressam a uma meia-final da Champions pela primeira vez em 57 anos. Em 1962, na única presença nessa etapa da competição, foram eliminados pelo Benfica de Eusébio, que venceu por 3-1 na Luz e perdeu por 1-2 em White Hart Lane.

Depois de ter perdido por 1-0 em Londres, o Manchester City demorou apenas 3 minutos e 51 segundos a empatar a eliminatória, por Sterling, naquele que foi o golo mais rápido de sempre dos citizens na Champions.

Porém, o coreano Son não só empatou como deu a volta ao jogo no espaço de três minutos, colocando a equipa de Mauricio Pocchetino a vencer por 2-1 aos 10'.

A precisar de marcar pelo menos três golos para seguir em frente, o Manchester City arregaçou as mangas e marcou por mais duas vezes até aos 21 minutos. Bernardo Silva, a meias com Rose, fez o 2-2 aos 11'. Sterling apontou o 3-2 dez minutos depois.

Após um começo diabólico, foi necessário esperar pela hora de jogo para assistirmos a mais um golo, da autoria de Aguero, que colocou pela primeira vez a equipa de Pep Guardiola em vantagem.

No entanto, o avançado espanhol Llorente, com anca e depois da confirmação do videoárbitro, reduziu para 4-3 e devolveu a vantagem na eliminatória ao Tottenham, que ainda festejou a anulação de um golo a Sterling já em tempo de compensação, por fora de jogo.

A primeira mão das meias-finais da Champions está agendada para 30 de abril e 1 de maio. A segunda para 7 e de maio.

Exclusivos