Confrontos em jogo do campeonato argelino provocam 80 feridos

Mais de 80 pessoas, entre as quais cerca de 30 polícias, ficaram feridas na sequência de confrontos ocorridos no sábado no final de uma partida entre equipas da primeira divisão da Argélia.

De acordo com fonte do hospital de Bordj Bou Arreridj, localidade a sudeste de Argel onde teve lugar a partida entre o Chabab Ahly Bordj Bou Arreridj (CABBA) e o Mouloudia Club d'Alger (MCA), deram entrada nas urgências daquela unidade mais de 50 pessoas, a maioria das quais com ferimentos ligeiros.

Cerca de 30 polícias foram também assistidos, mas nenhum ficou hospitalizado.

A mesma fonte refutou ainda que um jogador do MCA tenha sido assistido por ferimento com arma branca, como noticiado na imprensa argelina.

Os estádios de futebol argelinos são regularmente palco de violência entre adeptos, que por vezes atingem também os jogadores.

Em 2014, o avançado camaronês do JS Kabylie Albert Ebossé foi morto no terreno de jogo por um projétil disparado das bancadas.

Exclusivos