Benfica apresenta protesto à FPF pela arbitragem do jogo com o Sp. Braga

O Benfica vai apresentar uma exposição e um protesto formal junto da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e do Conselho de Arbitragem federativo pelo "lamentável desempenho" da árbitra do Benfica-Sp. Braga, da Taça de Portugal feminina.

"Sendo o Benfica uma instituição responsável, onde a autoexigência é atitude normal e desejável, não se pretende com esta iniciativa 'apagar' eventuais erros próprios, mas sobretudo, exigir nas instâncias próprias que haja uma análise e avaliação frias do desempenho da equipa de arbitragem, que infelizmente e notoriamente cometeu diversos erros com influência direta no resultado final", indica o clube lisboeta no site oficial.

O Sporting de Braga venceu o Benfica por 2-1, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, que foi arbitrado por Sophia Rosa.

Os encarnados fazem notar que "o investimento e a aposta feita pelos clubes nesta vertente da modalidade que mais paixões e atenções atrai em Portugal, exige que sejam garantidas, desde já, condições de qualidade, critério e isenção das arbitragens nas competições femininas".

O Benfica agradeceu, ainda, o apoio dos adeptos que se deslocaram no domingo ao estádio da Tapadinha e manifestou total confiança no grupo de trabalho que merece a aposta do clube para o arranque do futebol feminino, mostrando a convicção de que a equipa "voltará a estar muito bem acompanhada no dia 20 de abril, no jogo da segunda mão, em Braga, no Estádio 1º de Maio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.