Haaland é o avançado da moda. Já vai em sete golos em três jogos

O norueguês de 19 anos está imparável. Contratado este mês pelo Dortmund por apenas 20 milhões de euros, já é um fenómeno na Bundesliga.

E ao terceiro jogo pelo Borussia Dortmund, mais dois golos de Erling Braut Haaland, o prodígio norueguês de 19 anos que a equipa alemã contratou neste mês ao RB Salzburgo por 20 milhões de euros (!) e que se está a tornar num autêntico fenómeno de popularidade.

Neste sábado, no terceiro jogo pelo Dortmund e no primeiro em que foi titular, o avançado bisou na goleada do Dortmund por 5-0 ao Union Berlim. O norueguês marcou aos 18 e aos 76 minutos. Foi o sétimo golo em apenas três partidas, ele que logo na sua estreia apontou um hat trick no triunfo por 5-3 diante do Augsburgo e que na jornada anterior tinha bisado com o Colónia na goleada por 5-1.

Os dois golos de Haaland na goleada por 5-0 do Dortmund ao Union Berlim.

Haaland é definitivamente o avançado da moda. Filho de Alf-Inge Haaland, defesa que fez carreira em Inglaterra no Nottingham Forest, Leeds United e Manchester City, e que ficou conhecido pelas entradas duras sobre os adversários, o jovem começou a carreira no Bryne da II Divisão norueguesa onde em 16 jogos não conseguiu fazer qualquer golo.

Mas o talento não enganava e rapidamente se mudou para o Molde, onde foi treinado por Ole Gunnar Solskjaer, atual técnico do Manchester United. Foi no clube da I Divisão norueguesa que começou a dar nas vistas. Cresceu 12 centímetros e ganhou massa muscular. Depois apareceram os golos. Fez 12 (incluindo um poker) em 26 jogos do campeonato norueguês com apenas 17 anos.

Cobiçado pela Juventus, Bayer Leverkusen e os dois clubes de Manchester, o United e o City, Haaland acabou por assinar um contrato de cinco anos com o RB Salzburgo em 2018 a troco de nove milhões de euros. Uma decisão que não é alheia ao facto de ter uma carreira planeada pelo pai com a ajuda de Mino Raiola, empresário de Pogba e Ibrahimovic, que traçou um plano para o tornar melhor jogador e o aconselhou a mudar o nome de Håland, como o pai, para Haaland.

Na primeira metade desta época, ao serviço do RB Salzburgo, apontou 35 golos em 25 jogos. Oito deles na Liga dos Campeões. Foi o suficiente para voltar a abrir o apetite dos maiores clubes europeus, que se movimentaram para o contratar neste mercado de janeiro. A conselho do empresário, o famoso Mino Raiola, optou pelo Dortmund, onde já se tornou no grande ídolo dos adeptos.

Mino Raiola justificou a escolha do Dortmund com o facto de ainda ser "muito cedo" para que Haaland jogue na Premier League. "Apesar das muitas ofertas de grandes clubes da Europa, o jogador decidiu-se pelo projeto desportivo que lhe apresentámos", afirmou Hans-Joachim Watzke, diretor-geral do Borussia Dortmund.

Apesar de ter nascido em Inglaterra, optou pela seleção da Noruega (país do pai) saltando para as páginas dos jornais quando fez nove golos (!) num jogo no Mundial sub-20, em maio 2019, na goleada de 12-0 contra as Honduras. No final do jogo afirmou que "deveria ter marcado 10". A continuar nesta senda, Haaland arrisca-se a sagrar-se ainda esta época no melhor marcador da Bundesliga... ele que apenas chegou ao clube em janeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG