Golaço de Díaz em noite fraca garante novembro azul

FC Porto ganha (1-0) em São Miguel, batendo o Santa Clara com um golaço de Luis Díaz sobre o intervalo. Jogo muito fraco garante ao campeão a presença na Taça da Liga

No único remate enquadrado com a baliza, o FC Porto furou uma noite de mediocridade no Estádio de São Miguel. Manafá descobriu Luis Díaz, o colombiano sacou uma acrobacia inconsistente com a baixo nível futebolístico no jogo com o Santa Clara. Foi a segundos do intervalo. Mas chegou para um novembro azul: cinco jogos, cinco vitórias e 11-1 em golos.

Novembro foi um mês da recuperação anímica e desportiva para o dragão: venceu os cinco jogos realizados, com 11-1 em golos. Ou seja, olhando para este mês há essa boa notícia de só ter sofrido um golo em cinco jogos. Porque no campeonato já encaixou 10 em sete jogos e é aí, na defesa, que o campeão nacional tem sido mais frágil, o que explicará em grande parte o atraso para o Sporting - e, veremos domingo e segunda-feira, talvez também para Sp. Braga e Benfica.

Tudo isto depois de muitos erros nas primeiras seis jornadas: duas derrotas (Paços, 2-3; Marítimo, em casa, 2-3) e um empate (2-2 em Alvalade). Nas quatro partidas antes do confronto deste final de tarde em São Miguel somou sete dos 12 pontos (deixou três em Paços na 6.ª jornada e dois em Alvalade, na 4.ª).

Pelo contrário, na Liga dos Campeões o apuramento para a próxima eliminatória ficou quase garantido após duas vitórias sobre o Marselha de Villas-Boas, na 3.ª e 4.ª jornadas do Grupo C. Após o 3-0 no Dragão (3 de novembro), seguiu-se o 0-2 no Vélodrome, na quarta-feira. Dias antes, um tranquilo 2-0 sobre o Fabril, na deslocação ao Barreiro para a Taça de Portugal.

O Santa Clara rematou mais, mas também só conseguiu um remate à baliza: Ukra, nos minutos finais, para defesa fácil de Marchesín.

O vento forte (na primeira parte, a favor do Santa Clara, na segunda, do FC Porto) e o relvado mal-tratado não ajudaram, mas foi a falta de intensidade e de gula pelo golo que marcaram a mediocridade deste encontro.

Com esta vitória de serviços mínimos, com um golo máximo (golaço de Díaz), o FC porto garante um lugar na Taça da Liga. Com o calendário condicionado pela Covid-19, esta época só há uma eliminatória a um jogo entre oito equipas antes da final four em Leiria (janeiro). Apuram-se os seis primeiros classificados da I Liga no final desta 8.ª jornada, e os dragões juntam-se a Sporting, Sp. Braga e Benfica, já confirmados. Sobram duas vagas no escalão principal, a definir entre V. Guimarães, Paços, Nacional e Rio Ave. Das duas vagas para a II Liga, o Estoril já garantiu uma.

Para já, o FC Porto chegou ao segundo lugar, com 16 pontos, mais um do que Sp. Braga (recebe domingo o Farense) e Benfica (visita o Marítimo, segunda-feira). E fica a três do líder Sporting (recebe já a seguir o Moreirense).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG