Federação italiana quer testar sistema de VAR a pedido das equipas

A ideia surge a partir daquilo que já acontece no ténis e no basquetebol e terá sempre em conta aquilo que forem as diretrizes do International Board.

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) quer testar um sistema de videoárbitro que permita às equipas pedirem aos árbitros a revisão de um lance no decorrer das partidas, à semelhança do que já acontece no ténis e no basquetebol.

Esta ideia surgiu depois de nas últimas semanas a FIGC ter recebido pedidos de vários clubes para que, além do auxílio do VAR ao árbitro de campo, haja também a possibilidade de os clubes terem a possibilidade de fazer esse pedido (challenge), tendo sempre em conta as diretrizes definidas previamente pelo International Board, entidade responsável pela implementação das leis do futebol.

A FIGC faz esta sugestão por ter sido um dos primeiros clubes a adotar o VAR nas suas competições profissionais, acrescentando que o denominado "challenge" poderá aproximar mais os adeptos do jogo, mas deixa bem claro que o objetivo é "não prejudicar a autoridade do árbitro", mas apenas "oferecer-lhe ferramentas que o ajudem" a tomar decisões.

Refira-se que, por exemplo, no ténis cada um dos jogadores tem direito a pedir a revisão de uma jogada quando têm dúvidas relativamente ao facto de a bola ter batido dentro ou dora do campo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG