E vão 16. Alemanha, Holanda, Áustria e Croácia qualificam-se para o Europeu

Quatro novas seleções juntam-se a Bélgica, Itália, Rússia, Polónia, Ucrânia, Espanha, Turquia, França, Inglaterra, República Checa, Finlândia e Suécia no lote de apurados

Alemanha, Holanda, Áustria e Croácia carimbaram este sábado o apuramento para o Campeonato da Europa de 2020, elevando para 16 o número de seleções qualificadas para o certame, depois de Bélgica, Itália, Rússia, Polónia, Ucrânia, Espanha, Turquia, França, Inglaterra, República Checa, Finlândia e Suécia.

Em Mönchengladbach, a Alemanha venceu a Bielorrússia por 4-0, com golos de Matthias Ginter (41'), Goretzka (49') e Kroos (55' e 83'), e confirmou a 14.ª presença - apenas falhou as três primeiras edições (1960, 1964 e 1968) - num torneio que venceu por três vezes, em 1972, 1980 e 1996.

Também em partida referente ao Grupo C, um empate a zero na Irlanda do Norte bastou à Holanda para garantir a 10.ª participação de uma competição que conquistou em 1988.

No Grupo G, a Áustria faz companhia à Polónia nas vagas de apuramento, confirmando a segunda qualificação consecutiva com uma vitória por 2-1 na receção à Macedónia do Norte, com golos de David Alaba (8 minutos) e Lainer (48') - Stojanovski reduziu para os macedónios aos 90+3'. Será a terceira participação dos austríacos, que marcaram presença em 2008 (como anfitriões) e 2016, não tendo ultrapassado a fase de grupos em ambas.

Noutro grupo, o E, a vice-campeã mundial Croácia garantiu a passagem à fase final ao vencer por 3-1 na receção à Eslováquia. Vlasic (56'), Petkovic (60') e Perisic (74') marcaram para os croatas e Bozenik (32') para os eslovacos, que continuam a sonhar com a qualificação, tal como Hungria e País de Gales, que se vão defrontar na terça-feira. A seleção dos Balcãs conseguiu a quinta qualificação em seis tentativas, tendo falhado apenas o Euro 2000 desde que se separou da Jugoslávia.

Também este sábado, a já apurada Bélgica assegurou o primeiro lugar do grupo I de qualificação para o Euro 2020, ao vencer por 4-1 na Rússia, enquanto Eslovénia e País de Gales também triunfaram e mantiveram intactas as esperanças de apuramento.

Os dois primeiros de cada um dos 10 agrupamentos qualificam-se para a fase final, enquanto as restantes quatro vagas sairão dos play-offs, a disputar pelos quatro melhores classificados de cada uma das quatro ligas da primeira edição da Liga das Nações que não conseguirem o apuramento direto. A fase final do Europeu de 2020 realiza-se de 12 de junho a 12 de julho, em 12 cidades, de 12 países.

O sorteio da fase de grupos vai realizar-se a 30 de novembro, em Bucareste, mas já se sabe que a Itália ficará no Grupo A, Rússia no Grupo B, Holanda no Grupo C, Inglaterra no Grupo D, Espanha no Grupo E e Alemanha no Grupo F, para que possam jogar nas cidades dos respetivos países. Ainda assim, nada disso interfere na composição dos potes: apenas Bélgica e Itália têm confirmada desde já a inclusão no pote 1. Os vencedores dos playoffs serão colocados nos vários grupos na qualidade de últimos cabeças de série.

Já depois do sorteio, em março do próximo ano, vão realizar-se quatro playoffs para apurar as quatro últimas vagas no Euro 2020, e que premeiam o desempenho de 16 seleções na Liga das Nações. Neste momento, já se sabe que a Islândia vai participar no playoff relativo à Liga A, Bósnia no da Liga B, Escócia e Noruega no da Liga C e Geórgia, Macedónia do Norte, Kosovo e Bielorrúsia no da Liga D. Bulgária (Liga A, B ou C), Israel (A, B ou C), Irlanda do Norte (A ou B) e Roménia (A, B ou C) também já sabem que vão participar no playoff, mas ainda não sabem qual.

Exclusivos