Varandas ataca agressores: "Está em causa a soberania do Sporting"

O presidente leonino deixou recado aos elementos das claques que, antes do jogo com o Portimonense, agrediram o vogal Miguel Afonso, que estava acompanhado pela filha de seis anos. "Estes senhores nunca mais vão ter os privilégios que tinham", garantiu.

Frederico Varandas, presidente do Sporting, voltou este domingo a atacar as claques, no final do jogo com o Portimonense, que os leões venceram por 2-1. E tudo porque, antes dessa partida, dois dirigentes do Conselho Diretivo do clube foram alvo de agressões dentro do estádio, o que motivou um comunicado a repudiar os incidentes.

No entanto, o líder leonino surgiu na zona mista do Estádio José Alvalade onde, visivelmente revoltado, deixou avisos às claques. "Após o ataque de Alcochete, a invasão de uma garagem, ao pavilhão, ao arremesso de pedras, hoje dois elmentos do Conselho Diretivo e a filha de um deles sofreu uma emboscada por parte de seis cobardes, onde pontapearam um membro e cuspiram na cara de uma miúda de 16 anos", começou por dizer Frederico Varandas.

O presidente do Sporting recordou que situações como esta têm vindo a passar-se "há mais de dez anos". "Um episódio como este levou um presidente a demitir-se, mas a direção desta claque mantém-se. E foi esta claque que me insultou quando, na primeira volta, saímos de Portimão na liderança. Estes senhores não têm, nem nunca mais vão ter os provilégios que tinham. Hoje não está aqui em causa nenhum resultado desportivo, o que está em causa é a soberania do Sporting. Estes senhores julgam que mandam, mas não mandam nem nunca mais vão mandar", assegurou, visivelmente irritado, Varandas que abandonou a zona mista na companhia dos restantes elementos da direção que o acompanhavam.

Leões vão tomar medidas

Os incidentes registaram-se alguns minutos antes do início do jogo com o Portimonense, numa altura em que junto ao Multidesportivo de Alvalade decorria uma manifestação anti-Varandas de forma pacífica.

No comunicado emitido entretanto pelo Sporting, é relatada toda a situação que vitimou dois dirigentes do clube: "Quando fazia o corredor de acesso aos elevadores, já dentro do Estádio de Alvalade, Miguel Afonso, vogal da direção do Sporting Clube de Portugal, foi agredido ao pontapé por pessoas identificadas com adereços da Juventude Leonina. A filha adolescente, que o acompanhava, foi cuspida e insultada. Também Filipe Osório de Castro, vice-presidente do Sporting, foi alvo de insultos e tentativa de agressão. Os episódios cobardes e lamentáveis ainda se repetiram com um Assistente de Recinto Desportivo que foi alvo de agressões."

De acordo com uma fonte oficial do Sporting, no momento em que os referidos agressores atuaram deixaram ainda uma ameaça: "Se não se demitirem, vamos atrás de vocês."

MIguel Afonso era, na altura, acompanhado pela filha de seis anos que, de acordo com o mesmo comunicado, foi "insultada, cuspida e humilhada". "Numa altura que ainda decorre o julgamento de Alcochete e que o Sporting Clube de Portugal tenta ultrapassar os momentos extremamente violentos e traumáticos a que foi sujeito é, mais uma vez, atacado", acrescentou a nota do clube, que "repudia mais um episódio de violência ocorrido nas instalações de Alvalade", garantindo que a direção irá tomar "as medidas necessárias" para defender os sócios e as suas famílias.

Liga repudia agressão

A Liga de Clubes, cujo presidente Pedro Proença assistiu ao Sporting-Portimonense na tribuna de Alvalade ao lado de Frederico Varandas, emitiu também um comunicado onde "repudia veementemente a agressão de que foi alvo Miguel Afonso".

"Não pactuamos e condenamos este tipo de atitudes. A violência tem de ser banida dos recintos desportivos, de uma vez por todas. São precisas medidas rigorosas para que se possa punir quem não sabe estar em sociedade e num recinto, onde devia imperar a festa. A Liga Portugal e as forças de segurança não deixarão de lutar por um desporto melhor e mais limpo", disse Pedro Proença ao site do organismo que gere o futebol profissional.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG