Bruno Lage: "Queremos uma reentrada forte na Champions"

O treinador do Benfica admite que a confiança da sua equipa não é a melhor nesta prova, mas aposta tudo numa vitória esta quarta-feira com o Lyon. Rafa Silva e André Almeida estão recuperados e fazem parte da convocatória.

Bruno Lage, treinador do Benfica, admitiu que as duas derrotas na Liga dos Campeões criaram alguma falta de confiança na sua equipa, mas aponta para "uma reentrada forte" nesta competição quando esta quarta-feira os encarnados entrarem no relvado da Luz para defrontar o Lyon, em partida da 3.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. É que só uma vitória manterá a equipa na luta pelo apuramento.

"Acontece em todas as profissões, quando as coisas não correm bem a confiança não é a mesma e estamos sempre em alerta, mas não podemos trazer o que vem do passado para cada jogo. A vencer a motivação e a confiança é outra, mas a qualquer momento temos de dar uma boa resposta. Queremos uma reentrada forte nas competições", assumiu, acrescentando: "O Lyon tem quatro pontos e vai tentar conseguir um resultado para manter uma boa campanha que está a fazer e nós queremos pontos para entrar na disputa para a passagem à fase seguinte."

O técnico benfiquista espera "um jogo muito competitivo, em que ambas as equipas vão querer vencer", lembrando que "é esse o registo que caracteriza um grupo muito equilibrado". Nesse sentido, desvaloriza o mau momento do Lyon na liga francesa, pois "cada equipa tem momentos diferentes durante uma época com dez meses de competição... não há equipas perfeitas". "Independentemente de as coisas não lhes estarem a correr bem no campeonato francês, a Liga dos Campeões é uma competição diferente, e a prova disso é que lidera um grupo competitivamente muito forte", frisou.

Bruno Lage não dá grande importância ao facto de o Benfica poder sentir-se pressionado por ter de vencer para se manter na corrida pelo apuramento. "A nossa pressão é constante, temos de vencer todos os jogos. Este é apenas mais um jogo importante em que temos de conseguir pontos. Não entro para um jogo a pensar em qual será o melhor resultado, mas sim para o vencer", disse, garantindo que neste momento "qualquer uma das equipas do grupo pode apurar-se, pois nenhuma tem seis pontos".

Sobre o Lyon, que na semana passada mudou de treinador, o técnico encarnado considera que o seu homólogo Rudi Garcia não irá fazer grandes mudanças "para ter alguma estabilidade". "Fez apenas um jogo, a equipa voltou a jogar em 4x3x3. Analisámos a equipa noutros jogos, nos quais também jogou alguns com três centrais, mas conhecemos o perfil do novo treinador, que já jogou em vários sistemas", explicou.

Bruno Lage admitiu ainda a possibilidade de o Benfica entrar com apenas um avançado no jogo com o Lyon. "As dinâmicas casam umas com as outras e por isso a dupla de pontas-de-lança dependerá dos nossos médios. Uma coisa é jogar com um médio de capacidade de construção, coisa bem diferente é termos um médio com características de transição. É isso que definirá quem irá jogar na frente para tentarmos ferir o Lyon... mas até podemos jogar só com um avançado", atirou.

O treinador do Benfica admitiu ainda estar "orgulhoso" pelo facto de a revista ter nomeado João Félix e Bernardo Silva para a Bola de Ouro e Ederson Moraes para melhor guarda-redes do ano, três jogadores que passaram pelas suas mãos. "É motivo de orgulho também pelo trabalho que o Benfica tem desenvolvido na formação. Imaginem uma equipa com jogadores que nos últimos seis anos passaram pela nossa formação... Depois de estabilizar financeiramente e de ter condições para trabalhar, o Benfica tem de ter capacidade de convencer estes jogadores a fazerem carreira no Benfica", assumiu.

Rúben Dias: "Queremos corresponder à dimensão deste clube"

O defesa-central Rúben Dias é um dos vários jogadores da equipa principal que cresceu nas camadas jovens do Benfica. E questionado sobre a possibilidade de fazer a sua carreira no clube, disse que "as coisas têm um processo natural". "O meu foco é melhorar dia a dia e ganhar enquanto equipa porque só assim o individual poderá ser catapultado para outros níveis", acrescentou.

Sobre o jogo com o Lyon assumiu que a equipa quer "muito vencer, apesar pela frente estar uma equipa muito difícil de superar". Rúben Dias admitiu que "os resultados não são os melhores" na Champions, mas apontou para o futuro: "Queremos melhorar e corresponder à dimensão deste clube, pois queremos continuar nesta competição."

Anthony Lopes: "O Benfica tem obrigação de ganhar"

O internacional português Anthony Lopes é o dono da baliza do Lyon e assumiu que "o Benfica tem obrigação de ganhar" a partida para se manter na corrida pelo apuramento. "Sabemos que o Benfica precisa de um resultado positivo, mas nós também estamos aqui para ganhar. Temos dois jogos seguidos contra o Benfica, que nos podem garantir um bom lugar na fase de grupos. Claro que eles têm mais pressão, porque não conseguiram ganhar os dois jogos anteriores", disse.

Por sua vez, o treinador Rudi Garcia mostra-se desconfiado do Benfica. "Pelos dois jogos que vi do Benfica, penso que mereciam mais. O facto de não ter pontos, coloca-o na obrigação de ganhar. O início do jogo pode ser importante, principalmente quando se joga em casa. Gostamos de colocar pressão e temos de gerir isso e de tirar vantagem dessa situação. Temos de demonstrar que temos qualidade e que somos capazes de marcar golos. Vamos abordar o jogo com muita vontade, ambição e determinação", disse.

Rafa Silva e André Almeida de volta aos convocados

Os regressos de Rafa Silva e André Almeida, já recuperados de lesão, são as principais novidades do lote de convocados do Benfica para o jogo desta quarta-feira, no Estádio da Luz, com o Lyon.

Também de volta, depois de terem ficado de fora da partida com o Cova da Piedade, estão Vlachodimos, Rúben Dias e Taarabt, enquanto por opção técnica ficam Svilar, Nuno Tavares, Caio Lucas, Samaris, David Tavares e Jota que fizeram parte das escolhas para o jogo da Taça de Portugal. Neste momento, no boletim clínico estão apenas Chiquinho e Germán Conti.

Eis a lista de 18 convocados por Bruno Lage:

Guarda-redes - Vlachodimos, Zlobin;

Defesas - Jardel, Ferro, André Almeida, Rúben Dias, Tomás Tavares, Grimaldo;

Médios - Taarabt, Florentino Luís, Pizzi, Gabriel, Gedson Fernandes, Rafa Silva, Franco Cervi;

Avançados - Raul de Tomas, Seferovic, Carlos Vinícius.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG