Lage atira-se aos jornalistas: "Às vezes questiono quem vos paga jantares ou viagens"

Treinador do Benfica assumiu frustração depois da derrota desta terça-feira no Estádio da Luz ante o Santa Clara (3-4)

O treinador do Benfica, Bruno Lage, mostrou-se frustrado com a derrota desta terça-feira do Benfica ante o Santa Clara no Estádio da Luz (3-4), num encontro em que as águias chegaram a estar a vencer por 3-2. E na conferência de imprensa atirou-se aos jornalistas quando foi questionado sobre a sua posição depois de mais este fracasso.

"Vocês estão muito preocupados com o meu lugar, desde o jogo contra o FC Porto. Após os dois primeiros jogos, houve sempre uma preocupação com o meu lugar. Até me perguntaram qual era o meu ordenado", atirou, passando depois ao ataque: "Às vezes não sei quem andam a tentar promover para entrar no meu lugar. Às vezes questiono quem vos paga jantares ou viagens. O lugar não é meu, é do Benfica."

Antes, o técnico do Benfica fez a sua análise ao jogo.

"A forma como sofremos quatro golos... É duas carambolas, uma bola de canto e um penálti quando fizemos a recuperação que fizemos, ficamos muito tristes. Primeira parte equilibrada, criámos oportunidades de golo, sofremos golo contra corrente de jogo. A equipa pelas mexidas e intenção que tinha para a segunda parte entra muito forte no jogo, oferecemos o penálti e esta última bola do golo. O jogo tinha de ser nosso depois da recuperação que fizemos", assumiu o técnico dos encarnados.

Bruno Lage confessou que o apoio dos adeptos tem feito falta, mas não ao ponto de justificar a derrota. "Depois de três golos não podemos sofrer o quarto. Não podíamos sofrer quatro golos, não podemos andar a lamentar nada. O que fizemos em termos ofensivos, defensivos, pelas carambolas, canto, penálti, o jogo tinha de ser nosso, os três pontos tinham de ser nossos", lamentou.

Questionado sobre a continuidade no banco dos encarnados, o treinador atirou-se aos jornalistas. "Desde a 3.ª jornada com o FC Porto que vocês estão muito preocupados com o meu lugar. Já nem é desde essa 3.ª jornada, é desde, salvo erro os primeiro jogos. Houve sempre uma preocupação em relação ao meu lugar. Recordo-me que me chegaram a perguntar qual era o meu ordenado. Às vezes fico a pensar quem é que vocês andam a tentar promover para entrar no meu lugar ou até quem é que anda a pagar alguns almoços, alguns jantares ou algumas viagens para entrar aqui no meu lugar. O lugar não é meu, é do Benfica", rematou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG