Benfica pediu árbitros estrangeiros. APAF queixou-se e Conselho Disciplina abriu processo

Clube da Luz criticou arbitragem no clássico com o FC Porto e pediu recurso a árbitros internacionais estrangeiros para os seus jogos e para os dos dragões até final da época

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou um processo disciplinar ao Benfica, na sequência de uma queixa da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF). Em causa, o pedido de árbitros estrangeiros feito pelo clube da Luz na newsletter do Benfica, publicada no domingo, após a derrota com o FC Porto (3-2).

No documento, o Benfica teceu críticas à arbitragem do clássico com o FC Porto, um jogo em que, na opinião dos encarnados, a "verdade desportiva foi claramente desvirtuada" pelos árbitros e pelo VAR. As águias questionaram o penálti a favor dos dragões por braço na bola de Ferro.

Além desse lace que resultou em golo portista, os encarnados apontaram alguns lances em que acreditam terem sido prejudicados e pediram que, a partir de agora, sejam nomeados árbitros estrangeiros para os encontros dos dois clubes.

Após a denúncia dos árbitros, o CD decidiu avançar para a abertura de um processo disciplinar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG