Benfica defende Bernardo Silva da acusação de conduta imprópria

Os encarnados classificam de "doença dos tempos" o processo que a federação inglesa abriu ao internacional português por alegada conduta imprópria e ofensiva numa brincadeira com Benjamin Mendy nas redes sociais.

O Benfica defendeu esta sexta-feira Bernardo Silva da acusação de conduta imprópria e ofensiva que lhe foi formalizada pela federação inglesa (FA) na sequência de uma brincadeira nas redes sociais com Benjamin Mendy, seu colega de equipa no Manchester City.

"Bernardo Silva é um jovem que sempre se distinguiu pela sua simplicidade, carácter e boa formação. Por onde passa deixa sempre saudades e consegue o feito de treinadores e colegas que com ele lidam serem unânimes nos elogios à sua natureza alegre e espontânea. No Benfica temos enorme orgulho no Bernardo e basta ver a forma como ele sente e expressa o amor ao clube onde foi formado e é o do seu coração para perceber o tipo de pessoa de quem estamos a falar. Transformar uma simples brincadeira entre dois colegas e dois amigos num tweet com intuitos racistas, e abrir um processo por conduta imprópria, demonstra e é sinal de uma doença dos tempos", publicou o clube da Luz na sua newsletter.

Recorde-se que em causa está um tweet de Bernardo Silva, no qual compara uma foto de Mendy quando era criança com os chocolates Conguitos, que mereceu do jogador francês um emoji com um sorriso, entrando na brincadeira do internacional português. Esta não foi a primeira vez que os dois amigos, que jogam juntos desde os tempos do Mónaco, partilharam brincadeiras nas redes sociais. No entanto, a federação inglesa abriu um processo a Bernardo Silva, por alegado racismo, incorrendo agora num castigo entre um a seis jogos.

Exclusivos