Ansu Fati ficará com uma cláusula de recisão de 400 milhões de euros

Jovem de 17 anos renovou contrato com o Barcelona até junho de 2022. Espanhol de descendência guineense entrará para a lista dos jogadores com maiores cláusulas de rescisão do futebol mundial.

Ansu Fati renovou contrato com o Barcelona. O avançado espanhol de 17 anos de descendência guineense, que tem brilhado na equipa principal dos catalães, está agora ligado ao clube até 2022 e bilndado com uma cláusula de rescisão de 170 milhões de euros. Valor esse que subirá para os 400 milhões de euros quando ele fizer 18 anos.

Segundo a imprensa espanhola, o jovem avançado tinha já uma cláusula de 100 milhões de euros, mas os catalães decidiram aumentar a cláusula rescisória para 170 milhões de euros, para evitar o ataque de alguns dos colossos europeus. No entanto, o objetivo do Barcelona é subir o valor para 400 milhões de euros, assim que o avançado faça 18 anos e assine contrato para a equipa principal.

Ansu Fati igualará assim os valores de Coutinho e Dembelé e passará jogadores como Griezmann, Suárez, Sérgio Ramos, Kroos, Vidal e até João Félix na lista de jogadores com rescisões mais altas a nível mundial. Quem quiser roubar o jovem português ao Atlético terá de pagar 350 milhões.

A lista mundial de rescisões é agora encabeçada por Benzema, que em 2018 renovou e ficou com uma cláusula de 1000 milhões de euros. Imediatamente atrás do francês aparecem Leo Messi, Isco e Marco Asensio, com multas no valor de 700 milhões de euros. No degrau dos 500 milhões, há um grupo de oito jogadores: Gerard Piqué, Dani Ceballos, James Rodriguez, Gareth Bale, Luka Modric, Sergi Roberto, Samuel Umtiti e Sergio Busquets .

O valor da cláusula de rescisão de Cristiano Ronaldo na Juventus não é conhecida. O português liderava a lista mundial com uma claúsula de mil milhões quando estava no Real Madrid, mas acabou por sair por pouco mais de 100 milhões de euros no verão de 2018.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG