Viñales superou armada Ducati e Miguel Oliveira terminou em 13.º

Piloto português lamentou "desgaste do pneu dianteiro", mas destacou o facto de ter conseguido pontuar.

Maverick Viñales (Yamaha) é o primeiro vencedor da época do mundial de MotoGP. O espanhol bateu a armada da Ducati - chegaram a rodar quatro nas primeiras quatro posições.

Johann Zarco e Pecco Bagnaia (que liderou quase toda a prova) ainda minimizaram estragos, sendo segundo e terceiro. O campeão Joan Mir foi quarto.

Miguel Oliveira (KTM), depois de partir de 15.º chegou a andar no top-10, mas terminou em 13.º. No final, o português lamentou o "desgaste do pneu dianteiro" da sua RC16 que o impediu de ir além no Grande Prémio do Qatar, prova de abertura do Mundial de MotoGP.

O piloto de Almada destacou ainda o facto de ter conseguido "terminar nos pontos", mas "ainda assim com grande potencial" para ter terminado "mais à frente". "Como esperado ontem, as condições foram um pouco mais difíceis e, obviamente, que isso não jogou a favor de ninguém. Da nossa parte era difícil de termos conseguido gerir o desgaste do pneu dianteiro, na parte direita, e após 10 voltas já não me restava qualquer borracha desse lado", relatou o piloto português.

Uma vez que a corrida foi disputada já de noite, com as temperaturas mais baixas, os pilotos foram todos obrigados a escolher pneus com mistura macia, que tem mais aderência, mas, também, um desgaste mais rápido. "Quando conseguimos usar um pneu duro à frente somos competitivos, como se vê nos treinos livres 3 e 4. Mas quando somos obrigados a usar o pneu macio pela temperatura, simplesmente torna-se impossível de gerir qualquer desgaste. Torna-se uma corrida para tentar chegar ao final e não na base do desempenho", disse o piloto da KTM.

Miguel Oliveira tem, agora, a segunda jornada do campeonato já no próximo domingo, no mesmo circuito de Losail, nos arredores de Doha: "[Temos de estar de] cabeça levantada e na próxima semana estaremos aqui para fazer melhor e continuar a trabalhar."

O piloto da KTM somou três pontos, estando a 22 do líder, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

Portugal acolhe a terceira ronda da temporada, em 18 de abril, no Alga

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG