Tóquio 2020. Florida propõe receber Jogos Olímpicos se Japão renunciar

Numa carta dirigida ao Comité Olímpico Internacional, é sugerida a transferência da realização dos Jogos Olímpicos para a Florida, caso Tóquio desista da organização devido à pandemia.

O responsável das Finanças na Florida (sudeste dos Estados Unidos) escreveu ao Comité Olímpico Internacional (COI) para dizer que o estado está pronto a receber os Jogos Olímpicos, se Tóquio desistir de organizar o evento.

Numa carta dirigida ao patrão do COI, Thomas Bach, Jimmy Patronis encorajou-o "a considerar a transferência dos Jogos Olímpicos 2020 em Tóquio, no Japão, para os Estados Unidos, mais precisamente para a Florida", de acordo com a missiva de Patronis divulgada 'online'.

"Os meios de comunicação social noticiaram que os dirigentes japoneses tinham concluído 'em privado' que devido à pandemia, os Jogos Olímpicos 2021 não podiam realizar-se [em Tóquio]. Ainda há tempo para enviar uma equipa" do COI para a Florida "para reuniões com os responsáveis locais sobre a realização dos Jogos no 'Sunshine State'", acrescentou.

Na carta, Patronis elogiou os esforços de vacinação naquele estado, a reabertura económica, os eventos desportivos que recebeu durante a pandemia da covid-19, tal o campeonato de basquetebol da NBA, bem como os parques temáticos, como o Disney World, estarem abertos a empresas.

Até ao momento, a Florida contabilizou mais de 25 mil mortos devido à covid-19, numa altura em que o número de óbitos nos Estados Unidos se aproxima dos 420 mil.

"Independentemente das medidas de precaução necessárias, é preciso encontrar uma solução e pô-la em prática", adiantou.

Na passada sexta-feira, o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, afastou os rumores de que o Governo nipónico teria renunciado secretamente a realizar Tóquio2020.

"Estou determinado" em realizar Jogos Olímpicos "seguros" em Tóquio, num sinal da "vitória da humanidade sobre o novo coronavírus", declarou Suga, numa sessão parlamentar.

Inicialmente previsto para o verão do ano passado, Tóquio2020 acabou por ser adiado para o verão deste ano, entre 23 de julho e 8 de agosto, devido à pandemia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG