Suécia vence Eslováquia e aproxima-se dos oitavos

Escandinavos venceram os eslovacos graças a uma grande penalidade concretizado por Emil Forsberg

A Suécia arrancou esta sexta-feira um importante triunfo sobre a Eslováquia, por 1-0, aproximando-se da qualificação para os oitavos de final do Euro2020, numa partida do Grupo E que só ganhou emoção no segundo tempo.

Nessa fase do jogo, os suecos ganharam embalo com várias movimentações do endiabrado Isak, e, aos 77 minutos, apontaram o tento que desequilibrou a contenda, numa grande penalidade concretizada por Forsberg, a castigar um erro do guardião eslovaco.

Pressionados a vencer, depois do empate na jornada inaugural frente à Espanha, os nórdicos entraram no desafio com uma postura mais ofensiva, e, logo aos três minutos, deixaram um aviso inicial à Eslováquia, num remate de Larson, que o guardião contrário segurou a dois tempos.

Percebendo os ímpetos iniciais da Suécia, a equipa do leste europeu, que vinha de uma reconfortante vitória frente à Polónia no primeiro jogo, preferiu controlar, defensivamente, as iniciativas do adversário, para depois tentar o contra-ataque, embora com dificuldades no último passe.

Do outro lado, o ascendente dos suecos não se materializava em evidentes situações de golo, e, perante essa falta de astúcia do adversário, os eslovacos foram, paulatinamente, sacudindo a pressão e aproximando-se mais vezes da baliza do Olson.

Hamsik, com um remate um por cima, já perto do intervalo, frisou essa reação da Eslováquia, mas numa iniciativa insuficiente para quebrar um nulo, que castigou ambos os conjuntos, até ao tempo de descanso, pela falta de ambição e soluções.

No regresso para o segundo tempo, a Suécia percebeu que tinha de fazer mais para relançar as suas aspirações no grupo e entrou de forma acutilante, explorando desde cedo as saídas para o ataque, com um desconcertante Isak a assumir a iniciativa a criar vários desequilíbrios.

Um cabeceamento de Augustinsson, que mereceu a defesa da tarde do guardião da Eslováquia, uma iniciativa individual do endiabrado Isak, que deixou quatro adversários do caminho e rematou junto ao poste, frisaram esse ascendente dos suecos, perante um adversário que foi recuando e correndo muitos riscos.

Nesta toada, acabou por não surpreender o golo da Suécia, já aos 77 minutos, aproveitando uma grande penalidade a castigar um derrube do guarda-redes eslovaco Dúbravka sobre o recém-entrado Quaison, que surgiu na área servido por Isak.

Forsberg, jogador dos alemães do RB Leipzig, esteve irrepreensível na cobrança da oportunidade, assinando o 1-0.

Só quando se viu em desvantagem, a Eslováquia voltou a despertar para o jogo ofensivamente, aproximando-se da área dos nórdicos na parte final do encontro, mas perante a cerrada muralha defensiva sueca, terminou o desafio sem um único remate enquadrado com a baliza contrária.

Com este resultado, a Suécia isolou-se no primeiro lugar, com quatro pontos, contra três da Eslováquia, um da Espanha e nenhum da Polónia, treinada pelo português Paulo Sousa, sendo que espanhóis e polacos só encerram a segunda ronda do agrupamento no sábado, em Sevilha.

Na derradeira jornada do grupo, os suecos defrontam a Polónia enquanto a Eslováquia tem um duelo com Espanha

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG