Sporting vence no Estoril com penálti de Pedro Porro

Leões apanharam o FC Porto na classificação. os dois clubes têm 14 pontos e estão a um do líder Benfica, que só joga esta segunda-feira.

O Sporting venceu este domingo o Estoril Praia por 1-0, num encontro decidido com uma grande penalidade convertida por Pedro Porro e que deu corpo ao maior domínio dos campeões nacionais no estádio António Coimbra da Mota.

O único golo do jogo surgiu ao minuto 67, num penálti que o lateral espanhol converteu depois de falta de Daniel Figueira sobre Paulinho.

Com este triunfo, o Sporting ultrapassa os 'canarinhos' na classificação, subindo ao segundo lugar, juntamente com o FC Porto, com 14 pontos. Já a equipa orientada por Bruno Pinheiro, averbou a primeira derrota e caiu de segundo para quarto, com 13.

Marcando o que seria a toada do primeiro tempo, a partida começou equilibrada, com os dois conjuntos a lutarem muito a meio-campo, discutindo ao milímetro cada pedaço de terreno.

O primeiro lance de perigo surgiu à passagem do quarto de hora, com Adán a mostrar a qualidade habitual. Na sequência de um canto, Patrick William subiu mais alto ao primeiro poste e desviou para a baliza, mas o espanhol afastou. Mas não era tudo, já que Gamboa foi o destinatário seguinte, rematou colocado, mas o guarda-redes, com uma sapatada, salvou novamente o golo.

O Sporting mostrava dificuldades em construir jogo, com o Estoril muito equilibrado no setor defensivo e rápido a sair para o contra-ataque, retirando à equipa de Amorim a oportunidade de explorar a profundidade de que tanto gosta.

Mesmo assim, os 'leões' acabaram por conseguir ascendente sobre os 'canarinhos' e aí foi Daniel Figueira a brilhar, respondendo às intervenções de Adán e impedindo Paulinho de marcar o primeiro.

Porro cruzou da direita, o avançado recebeu com o pé direto, rodou, rematou com o esquerdo e o guarda-redes respondeu com reflexos fantásticos. Na continuação do lance, num pontapé de canto, Paulinho voltou a estar perto do golo, desta feita com Joãozinho a tirar em cima da linha de golo.

O Sporting viveu então o melhor momento no jogo, ganhando o meio-campo à equipa de Bruno Pinheiro, pressionando alto, e Nuno Santos teve também a oportunidade de marcar. O extremo apareceu destacado na esquerda, rematou cruzado e Patrick William, de carrinho, cortou um remate que tinha as redes como destino.

Nos instantes iniciais da segunda parte, Paulinho voltou a levar as mãos à cabeça. Depois de uma das melhores jogadas do Sporting no encontro, o 21 do Sporting rematou colocado e em jeito ao poste da baliza de Daniel Figueira.

O Sporting começou a tornar-se mais dominador com o andar do cronómetro e, em cima do minuto 60, Luís Neto ficou a centímetros do golo. Novamente depois de um canto, a bola andou a passear perto da linha de golo, e o central acabou por ser o último a tocar, com a bola a rasar o poste do Estoril Praia.

Aos 65 minutos, Daniel Figueira, que tão bem tinha estado até então, teve um erro que deu ao Sporting a possibilidade de levar a bola para a linha dos onze metros para converter uma grande penalidade.

Paulinho foi lançado em profundidade, o guarda-redes calculou mal o tempo de entrada à bola e no caminho já só encontrou o ponta de lança 'leonino'. Na conversão do lance, Porro não facilitou e meteu a bola na 'gaveta', fazendo o 1-0 para o Sporting.

Em desvantagem, Bruno Pinheiro fez entrar em campo Romário Baró e Francisco Geraldes para voltar a dominar o meio-campo e, em parte, conseguiu. O Estoril respondeu bem ao golo, mas, com o aproximar do minuto 90, o Sporting foi refreando os ânimos estorilistas e confirmou a vitória na Amoreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG