Sporting vence Benfica conquista Supertaça pela segunda vez

A espanhola Brenda Pérez, aos 51 minutos, e a suplente Joana Marchão, aos 85, marcaram os golos das leoas.

O Sporting tornou-se este sábado a primeira equipa a conquistar a Supertaça de futebol feminino pela segunda vez na história, ao derrotar com eficácia o Benfica, por 2-0, no dérbi disputado no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Num recinto com 2.095 adeptos dos dois clubes, a espanhola Brenda Pérez abriu o marcador aos 51 minutos, a favor das 'leoas' orientadas por Mariana Cabral, que puderam celebrar após o golo da 'super' suplente Joana Marchão, que apontou o segundo tento poucos segundos depois de entrar em campo, aos 85.

A capitã Ana Borges ergueu o segundo troféu da Supertaça do historial sportinguista, após a conquista da temporada 2016/17, isolando-se no historial da prova de Benfica, Sporting de Braga, Valadares Gaia e Futebol Benfica, com uma conquista cada.

Na discussão da Supertaça, que contou com adeptos dos dois clubes na bancada, estavam os dois primeiros classificados do último campeonato, o campeão Benfica e o 'vice' Sporting, dado que a Taça de Portugal foi cancelada após a segunda eliminatória.

O Benfica, com mais ritmo competitivo, depois de disputar a primeira eliminatória da Liga dos Campeões, apresentou maior iniciativa atacante desde cedo, como denotou um disparo frontal de Cloé Lacasse para defesa de Doris Bacic, aos oito minutos.

No entanto, as oportunidades de golo escasseavam, com a partida a desenrolar-se sobretudo no centro do terreno, tendo o Sporting chegado com perigo à baliza contrária aos 24, graças a um erro de Catarina Amado, que ofereceu a bola de forma disparatada a Marta Ferreira, mas, sem Letícia Silva entre os postes, atirou por cima.

Até ao descanso, Ana Vitória, por duas vezes, aos 39 e 44, procurou desfazer o nulo com remates rasteiros à entrada da área, mas o primeiro obrigou Doris Bacic a uma grande intervenção e o segundo passou muito perto da baliza, sofrendo um desvio.

Na segunda parte, a velocidade de Diana Silva foi determinante para inaugurar o marcador a favor do Sporting, ao ultrapassar Sílvia Rebelo em velocidade pela ala esquerda e a encontrar Brenda Pérez no 'coração' da área a finalizar, aos 51 minutos.

O tento 'verde e branco' obrigou o Benfica a reagir, mas as 'encarnadas' mostraram-se algo apáticas durante o segundo tempo, sem conseguir contrariar a coesão defensiva apresentada pelas 'leoas', conseguindo apenas remates de Cloé Lacasse (58) e Nycole Raysla (80), para defesas seguras de Doris Bacic, e outro de Lúcia Alves (78), ao lado.

Perto do final, com o Benfica a correr mais riscos para chegar ao empate, foi o Sporting a dilatar a vantagem, aos 85, pela recém-entrada Joana Marchão, a beneficiar de um erro crasso da guarda-redes Letícia Silva, segundos depois de render Marta Ferreira, o que sentenciou o encontro a favor do Sporting, vencedor do primeiro troféu da época.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG