Rui Vitória: "Não faltei ao respeito a ninguém e não aceito que me metam no mesmo saco"

Questionado sobre a analogia do boneco feita por Sérgio Conceição, o treinador do Benfica afirmou que "não vale tudo" e que há limites que nunca ultrapassará

Rui Vitória, treinador do Benfica, mostrou-se esta sexta-feira indignado com a polémica em torno das declarações de Sérgio Conceição, seu homólogo do FC Porto, que o comparou a um boneco quando acusou o técnico encarnado de "falta de coerência".

O treinador benfiquista levantou o tom da voz para expressar a sua revolta. "Isto não é uma resposta a ninguém, mas este episódio não começou aqui, isso que fique claro, e da minha parte termina aqui. Tenho ouvido gente a dizer que deve haver respeito entre os treinadores, mas o que eu pergunto é: eu faltei ao respeito a alguém? Não faltei ao respeito a ninguém e não aceito que me coloquem no mesmo saco de forma leviana. Eu não passo determinados limites!"

Sem conter o seu discurso, Rui Vitória acrescentou: "Sei que sou o treinador de uma equipa grande como o Benfica, mas sou uma pessoa normal, que subiu a pulso na carreira, fui agarrando as oportunidades que apareceram, atingindo quase sempre os objetivos em todos os clubes e deixando amigos em todo o lado. Sei as responsabilidades que tenho e o clube que represento e da minha parte há sempre respeito por todos os treinadores. Não vale tudo. Eu posso ganhar ou perder, como já perdi algumas vezes, mas ninguém me pode apontar que ultrapassei limites."

O técnico lembrou que há umas semanas que o que estava em causa "é um ataque ao Benfica" e nesse sentido reforçou: "Não faltei e não falto ao respeito a ninguém. Foi assim que já ganhei e é assim que vou ganhar mais vezes. Na minha carreira não pedi a ninguém para estar onde estou."

Questionado sobre se sentiu ofendido por Sérgio Conceição, Rui Vitória disparou. "Parece que estamos a analisar um programa como a Casa dos Segredos, em que se metem jovens com garrafas de vodca, gin e uísque, e no final do dia dizem que houve sexo na casa. Não estamos aqui para induzir as pessoas. Isto não é uma resposta a ninguém, volto a dizê-lo. Apenas digo que há limites."

Em contraponto, Rui Vitória foi questionado sobre os elogios de que foi alvo por parte de Abel Ferreira, técnico do Sp. Braga, e atirou: "Ora aí está uma situação que não é explorada porque não tem polémica. O Abel foi respeitador, mas isso não dá títulos na comunicação social. O Abel é um treinador ambicioso, que está a trabalhar bem uma equipa de qualidade e espero que se apresentem em campo com a ambição que têm de chegar aos três grandes."

Sobre a eventual saída de Lisandro López para o Inter Milão, o treinador do Benfica disse não querer falar de "suposições". "Quem trabalhar comigo vou tentar potenciar ao limite", adiantou, assegurando que no que diz respeito a reforços "se vier alguém será para acrescentar aos que já estão no plantel, não virá ninguém só por vir".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG