Presidente do Lille assume saída de Renato Sanches para PSG ou AC Milan

O dirigente revelou que "há conversações" com ambos os clubes, contudo escusou-se a "revelar a natureza" das mesmas.

O futebolista internacional português Renato Sanches vai rumar ao Paris Saint-Germain (PSG) ou ao AC Milan, assumiu esta quarta-feira o presidente do Lille, admitindo que a saída do clube francês é certa.

"Renato vai sair? sim. Qual clube? não sei... Ele tem duas possibilidades, dois clubes muito bons, como o PSG e o Milan. Se ele ainda está connosco, é porque ainda não chegámos a um acordo com nenhum dos clubes", esclareceu o presidente do Lille, Olivier Létang.

O dirigente revelou que "há conversações" com ambos os clubes, contudo escusou-se a "revelar a natureza" das mesmas.

Renato Sanches, de 24 anos, e que fez a sua formação no Benfica, antes de rumar ao Bayern Munique, chegou ao Lille em 2019, oriundo do Swansea, ao qual esteve emprestado pelos bávaros, tendo contrato com o clube do norte de França até 2023.

A chegada ao PSG do treinador Christophe Galtier, que orientou Renato no Lille, poderá pesar no rumo do campeão da Europa em 2016, que na época passada foi cobiçado pelo FC Barcelona, antes de se lesionar num menisco.

O PSG tem ainda Luís Campos como diretor desportivo, mais um fator que pode pesar na sua continuidade no futebol gaulês.

O AC Milan, campeão italiano em título e no qual alinha o também internacional português Rafael Leão, é um clube que tem seguido o percurso do médio luso, tendo já revelado, por mais do que uma vez, vontade de contar com os seus serviços.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG