Holanda bate Ucrânia em jogo com segunda metade eletrizante

A Holanda esteve a vencer por 2-0, deixou-se empatar e marcou o golo do triunfo já bem perto do final do jogo.

A Holanda venceu este domingo a Ucrânia, por 3-2, num jogo eletrizante do grupo C do campeonato da Europa de futebol, em que a equipa 'laranja' apenas arrancou o triunfo na ponta final.

Com todos os golos a serem apontados no segundo tempo, os ucranianos ainda conseguiram anular uma desvantagem de dois golos, mas, aos 85 minutos, não resistiram à eficácia do adversário.

Agressiva e forte na reação à perda, a seleção holandesa teve entrada quase ditatorial, empurrando o adversário para a sua área e criando três oportunidades em sete minutos, com Depay, Dumfries e Wijnaldum A levantarem as bancadas.

A antiga república soviética, permissiva na retaguarda, respondeu com transições pontuais, mas sempre com grande critério na construção. Yarmolenko quis festejar, mas foi alvo de desarme fenomenal de Timber e de defesa atenta de Stekelenburg.

Ainda assim, o perigo bateu quase sempre à outra porta até ao intervalo, com destaque para uma genial defesa por instinto de Bushchan, a remate de Wijnaldum, e O incrível desperdício de Dumfries, sozinho ao segundo poste, cabeceando ao lado.

No regresso do intervalo, nulo foi desfeito pelos homens da casa, aos 52 minutos. Dumfries cruzou rasteiro na direita, Bushchan afastou a bola junto à relva para zona crítica e Wjnaldum, sem cobertura na cabeça da área, atirou a contar.

A tendência do marcador acentuou-se, com Weghorst a aproveitar um preciosismo fatal de Matviyenko - adiantou de mais a bola, depois do colega Mykolenko se ter queixado de falta de Dumfries - para carimbar o 2-0.

No banco, Andriy Shevchenko - até ontem, o selecionador ucraniano era autor dos únicos dois golos do país em Europeus - desesperava pela reação e Yarmolenko, com o golo do torneio até aqui, e Yaremchuk, num cabeceamento letal, fizeram-lhe a vontade entre os 75 e os 79 minutos.

Mas a felicidade acabaria por sorrir à nação laranja, já perto do apito final, num centro da esquerda e Dumfries, finalmente, a atirar para golo aos 85 minutos, de cabeça, num lance em que Bushchan podia ter feito algo mais.

Desta forma, os Países Baixos saltam para a liderança do Grupo C, a par da Áustria, ambos com três pontos conquistados no final da 1.ª jornada. Ucrânia e Macedónia do Norte seguem ainda a zero.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG