Mourinho chorou ao ver Eriksen caído no relvado

O treinador da Roma, que orientou o jogador dinamarquês no Totenham, comentou o sucedido em Copenhaga.

José Mourinho emocionou-se quando assistiu ao colapso de Christian Eriksen durante a partida entre a Dinamarca e a Finlândia no sábado. "Eu chorei quando vi o Eriksen a cair e acho que muitos milhões à volta do mundo também o fizeram. É a prova de que este desporto consegue juntar as pessoas. Infelizmente, ontem, foi pelas razões erradas, mas no fim pudemos celebrar", disse o novo treinador da Roma em declarações à estação de rádio TalkSport.

O português, comentador da estação durante o Euro2020, começou por dizer que não conseguia parar de pensar no que havia sucedido, mas fê-lo num tom positivo: "Hoje é um dia para celebrar e não para ficar triste. O futebol entrou neste caminho, com todos os protocolos, com a qualidade dos médicos, e eu também acredito que Deus estava a olhar para aquele campo naquele momento. Tudo isto junto ajudou o Christian a ficar connosco, a ficar vivo. Isto também mostrou os bons valores deste desporto, o amor e a solidariedade."

José Mourinho treinou Eriksen durante pouco tempo na sua passagem pelo Totenham (novembro de 2019 a abril de 2021), onde não conquistou qualquer título. Eriksen assinou com o Inter em janeiro de 2020.

O jogador de 29 anos caiu no relvado ao minuto 43, tendo sofrido uma paragem cardíaca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG