Miguel Oliveira "super contente com o pódio" no GP da Alemanha de MotoGP

Piloto português da KTM ficou em segundo lugar no Grande Prémio da Alemanha de MotoGP.

Miguel Oliveira volta ao pódio. O piloto português da KTM, ficou em segundo lugar no Grande Prémio da Alemanha de MotoGP este domingo, a oitava prova do Mundial de velocidade de motociclismo, vencida pelo espanhol Marc Márquez (Honda).

Miguel Oliveira, que partiu da sexta posição da grelha, terminou a 1,610 segundos de Márquez, que venceu pela primeira vez na categoria rainha desde o Grande Prémio de Valência de 2019, num circuito em que nunca perdeu.

O piloto de Almada, que subiu ao pódio pela terceira vez consecutiva, soma agora 74 pontos no Mundial de pilotos e mantém-se no sétimo lugar do campeonato, que continua a ser liderado pelo francês Fabio Quartararo (Yamaha), terceiro classificado na corrida alemã.

Miguel Oliveira manifestou-se "super contente" com a segunda posição conseguida no Grande Prémio da Alemanha de MotoGP

O piloto de Almada terminou a 1,610 segundos do espanhol Marc Márquez (Honda), que venceu pela primeira vez desde a última corrida de 2019, em Valência (Espanha).

Os dois pilotos protagonizaram um intenso duelo a partir da 11.ª das 30 voltas que, segundo o piloto português, foi "um jogo do gato e do rato".

"Ele era mais rápido do que eu numas zonas do circuito, eu era mais rápido noutras. Visualmente, parecia que não estava a ganhar nada", disse Miguel Oliveira, que chegou a estar a menos de um segundo do piloto espanhol, a cinco voltas do final.

No entanto, Miguel Oliveira nunca se conseguiu aproximar o suficiente para tentar uma ultrapassagem.

"Parecia que íamos lutar no final da corrida, mas acabou por ser uma batalha à distância. Ainda assim, o segundo lugar é muito bom", frisou o piloto de Almada, que se manifestou "super contente com o pódio", o terceiro consecutivo, depois do segundo lugar em Mugello (Itália) e da vitória em Barcelona (Espanha).

Miguel Oliveira disse que espera "continuar" a somar bons resultados nas próximas provas do Mundial de MotoGP

Marc Marquez não vencia há 21 grandes prémios, isto é, 581 dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG