Desporto
20 janeiro 2023 às 16h08

Lopetegui revela que Guedes estava infeliz e queria sair do Wolverhampton

O antigo treinador do FC Porto afirmou que não pode ter jogadores no plantel que "não estão contentes", como era o caso do internacional português.

DN/Lusa

O treinador Julen Lopetegui revelou hoje que o futebolista internacional português Gonçalo Guedes estava infeliz no Wolverhampton, pelo que a melhor opção foi regressar ao Benfica até ao final da temporada, por empréstimo.

"Ele quis sair e desejamos tudo de bom para ele. É um jogador muito bom e acho que ele estará mais feliz lá [em Lisboa]. Desejamos-lhe tudo de bom", disse o técnico espanhol, em conferência de imprensa, antes do duelo de domingo com o campeão inglês Manchester City, para a 21.ª jornada da Liga inglesa.

O antigo treinador do FC Porto acrescentou que não pode ter jogadores no plantel que "não estão contentes", como era o caso de Guedes.

Na noite de quinta-feira, Gonçalo Guedes foi anunciado como reforço do Benfica por empréstimo dos ingleses do Wolverhampton até ao final da temporada.

O internacional luso transferiu-se no início desta época para a equipa inglesa, depois de cinco temporadas nos espanhóis do Valência, e participou em 18 jogos dos 'wolves', com dois golos e uma assistência

Com dificuldades em afirmar-se na equipa agora treinada por Julen Lopetegui, que substituiu Bruno Lage no comando técnico, Gonçalo Guedes regressa ao Benfica, clube no qual fez a formação e chegou à equipa principal, e do qual se transferiu em janeiro de 2017 para os franceses do Paris Saint-Germain, por 30 milhões de euros.

No início da época 2017/18, Guedes foi emprestado pelo clube parisiense ao Valência, que acabou por ficar com o jogador em definitivo, até à sua partida para o futebol inglês.

O avançado, que não esteve entre as escolhas para o Mundial2022 do Qatar, soma 32 internacionalizações na seleção principal portuguesa, com sete golos marcados, entre eles o tento apontado na final da Liga das Nações de 2019, frente aos Países Baixos, que garantiu o conquista do troféu.