Rescisão com um abraço. Benfica continua a pagar salário a Jesus

Presidente e (ex-)treinador foram em conjunto à sala de imprensa anunciar a rescisão, pouso depois de esta ter sido comunicada à CMVM. Nelson Veríssimo comanda a equipa até final da época.

"O Sport Lisboa Benfica e o mister Jorge Jesus chegaram a acordo para a rescisão de contrato. Da mesma forma, com a mesma lealdade, com que sempre trabalhámos até aqui". Foi desta forma que Rui Costa começou por anunciar a rescisão com o técnico, numa conferência com a presença de ambos e que terminou com um abraço entre presidente e agora ex-treinador.

"Não era o desfecho que ambicionávamos, trabalhámos arduamente para chegar ao fim deste ano com objetivos cumpridos. Mas com a mesma frontalidade com que sempre trabalhámos juntos, chegámos à conclusão que [esta rescisão] era o melhor para ambas as partes", acrescentou o presidente encarnado, agradecendo "toda a dedicação do mister Jorge Jesus enquanto esteve ao serviço do Benfica".

De seguida, também o treinador deu uma curta declaração, referindo que veio para o Benfica "sempre a pensar que sou uma solução e não um problema", mas que também ele chegou à conclusão "que [a rescisão] era o melhor para ambas as partes". "A minha carreira há-de seguir a trabalhar, com paixão, como até aqui", acrescentou. "Tive muita honra de ter voltado a esta casa e de ter defendido os interesses do Benfica", disse ainda, antes de selar a saída da Luz com o tal abraço a Rui Costa.

Benfica vai continuar a pagar ordenado a Jesus

O Benfica informou entretanto que vai cumprir "todas as obrigações contratuais até ao término do vínculo laboral existente" com Jorge Jesus ou até que o treinador e a sua equipa assumam novo compromisso profissional.

"O Sport Lisboa e Benfica informa que, de comum acordo entre as partes, Jorge Jesus já não é treinador do Benfica", pode ler-se num comunicado publicado no sítio oficial dos 'encarnados'.

Na nota, a "Sport Lisboa e Benfica SAD agradece a Jorge Jesus todo o trabalho desenvolvido ao longo do último ano e meio" e deseja "as maiores felicidades para o futuro", indicando que "cumprirá com todas as obrigações contratuais até ao término do vínculo laboral existente ou até que Jorge Jesus e a sua equipa técnica assumam novo compromisso profissional".

Veríssimo até final da época

Pouco antes, o Benfica anunciou em comunicado à CMVM que chegou a acordo com o treinador Jorge Jesus para a rescisão do contrato que era válido até final desta época.

A SAD encarnada acrescenta ainda que Nélson Veríssimo, até agora técnico da equipa B, vai assumir a equipa principal até final da temporada, orientando já a equipa na deslocação ao Dragão para defrontar o FC Porto esta quinta-feira (21.00).

"A Sport Lisboa e Benfica -- Futebol, SAD informa [...] que chegou a acordo com o treinador Jorge Fernando Pinheiro de Jesus para a rescisão do contrato de trabalho desportivo com efeitos imediatos. Mais se informa que o treinador Nélson Alexandre da Silva Veríssimo assume, até ao final da presente temporada, as funções de treinador da equipa principal de futebol", lê-se no comunicado das 'águias' à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

A saída de Jorge Jesus acontece cinco dias depois da derrota em casa do FC Porto (3-0), nos oitavos de final da Taça de Portugal, e numa altura em que os 'encarnados' são terceiros classificados da I Liga, a quatro pontos de 'dragões' e Sporting.

O técnico e o presidente do clube, Rui Costa, reuniram esta terça-feira, a dois dias do clássico com o FC Porto, a contar para o campeonato.

No Brasil, o Jornal O Dia diz que o Jesus revelou que pediu a demissão. "Coloquei o meu cargo à disposição. Estou de saída", afirmou, tendo adiantado tratar-se de uma rescisão por mútuo acordo.

Nélson Veríssimo, que presentemente orienta a equipa B, assume então o comando técnico dos encarnados, tendo sido chamado de urgência a Lisboa, uma vez que estava em estágio no norte do país com a formação secundária das águias, que esta terça-feira defronta o Feirense.

O treino marcado para esta terça-feira de manhã no centro de estágios do Benfica, no Seixal, foi cancelado e remarcado para a tarde, já com Nelson Veríssimo.

Desentendimento com Pizzi

Esta notícia surge um dia depois de Jorge Jesus ter decidido o afastamento de Pizzi dos trabalhos do plantel, na sequência de palavras do jogador no balneário após a derrota no clássico da última quinta-feira ante o FC Porto no Estádio do Dragão, a contar para a Taça de Portugal (0-3).

O treinador tomou a iniciativa de pedir o afastamento do atleta, que esta segunda-feira treinou sozinho, à margem dos companheiros de equipa, que segundo o Record terão recusado treinar, em solidariedade com o camisola 21, um dos capitães. Esta revolta motivou mesmo a intervenção​​​​ do presidente do clube, Rui Costa.

A imagem de Jorge Jesus ficou desgastada durante o mês de dezembro, devido à derrota caseira diante do vizinho e rival Sporting no dia 3 (1-3), a reunião entre o treinador e responsáveis do Flamengo e, mais recentemente, a eliminação da Taça de Portugal no Dragão.

O Benfica, 3.º classificado da I Liga a quatro pontos dos líderes FC Porto e Sporting, tem agendado para esta quinta-feira (21.00) nova visita ao Dragão, desta vez num jogo para o campeonato.

Jesus prometeu muito, mas fechou segunda passagem pelo Benfica sem títulos

A segunda passagem de Jorge Jesus como treinador do Benfica terminou depois de um percurso de um ano e meio marcado por sucessivas frustrações e a ausência de títulos.

Após ter entrado para a história do clube como o técnico mais galardoado, ao somar 10 troféus entre 2009/10 2014/15, Jesus voltou em 2020/21 como vice-campeão mundial em título e moral em alta, mas nem um título conseguiu juntar para 'amostra'.

As recentes 'pesadas' derrotas com os rivais Sporting (1-3 em casa, para a 13.ª jornada da I Liga) e FC Porto (0-3 no Dragão, para os oitavos de final da Taça de Portugal, na quinta-feira) foram a 'gota de água', tornando-se 'impossível' a permanência de Jesus.

O adeus do anterior presidente, Luís Filipe Vieira, o grande responsável pelo regresso de Jesus à Luz, também não ajudou, bem como o interesse do Flamengo, que chegou a reunir-se com o técnico em vésperas da deslocação das 'águias' ao reduto dos 'dragões'.

em atualização

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG