Choque de cabeça com pai de Rúben Dias deixou vocalista dos Oasis muito maltratado

Tudo aconteceu de forma inadvertida na altura do terceiro golo do Manchester City, que se sagrou campeão no domingo. "Quando dou por mim, estou no chão coberto de sangue. Não vi nada durante dois minutos" contou o músico.

Noel Gallagher, guitarrista e vocalista dos Oasis, e um dos mais carismáticos adeptos do Manchester City, revelou à Radio 'TalkSport' que ficou coberto de sangue e com os dois olhos negros após um choque de cabeça com pai de Rúben Dias (central português do City) no decorrer do jogo de domingo com o Aston Villa, que os citizens venceram por 3-2 e após o qual festejaram a conquista do título de campeão inglês.

Tudo aconteceu na bancada na altura em que o City marcou o terceiro golo (chegou a estar a perder por 0-2). "Quando o City marcou o terceiro golo foi a completa loucura no estádio. A família do Rúben Dias está sentada num camarote uns lugares acima do meu. Eu estava a saltar e a festejar como um idiota, a passar o meu filho de 11 anos de um lado para outro como se fosse o troféu da Premier League, toda a gente o levantava. Quando me virei, vejo o pai do Rúben Dias a vir na minha direção e chocámos de cabeça. Quando dou por mim, estou no chão coberto de sangue. Não vi nada durante dois minutos", contou Gallagher, que além dos dois olhos negros, teve de ser suturado no lábio

Questionado pelo jornalista sobre como ficou o pai de Rúben Dias, o vocalista dos Oasis foi perentório. "Nem uma marca tem. É um homem grande, parece um urso. Quase me arrancou os dentes", contou.

Noel Gallagher conta que não viu os últimos minutos do jogo porque teve de ser saturado. Mas depois voltou à festa. "Depois cruzei-me com o Pep [Guardiola] a chorar e abraçámo-nos. Ele perguntou-me o que me tinha acontecido à cara e eu disse-lhe na altura que ele nunca iria advinhar."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG