Charles Leclerc consegue a pole position do GP de Singapura

Charles Leclerc afirmou que a classificação foi muito delicada e que optaram por pneus macios no último minuto, devido a pista estava a secar depois das fortes chuvas. Max Verstappen fez apenas o oitavo tempo.

O piloto Charles Leclerc, da Ferrari, conseguiu a pole position do Grande Prémio de Singapura de Fórmula 1 este sábado, no circuito de rua de Marina Bay, terminando o treino de classificação à frente do mexicano Sergio Pérez, da Red Bull, e do britânico Lewis Hamilton, da Mercedes.

O líder do campeonato e atual campeão mundial, o neerlandês Max Verstappen (Red Bull), fez apenas o oitavo tempo. Verstappen tem 116 pontos de vantagem sobre Leclerc antes da disputa da 17ª das 22 etapas da temporada.

Os espanhóis Carlos Sainz (Ferrari) e Fernando Alonso (Alpine) ocuparão a quarta e a quinta colocação.

O treino de classificação aconteceu enquanto a pista estava a secar depois das fortes chuvas durante o dia, o que fez com que a escolha dos pneus fosse determinante.

"A classificação foi muito delicada. No Q3 não sabíamos o que fazer, optamos pelos pneus macios no último minuto", reconheceu Leclerc.

Esta foi a nona pole da temporada para Leclerc, mais do que qualquer um dos outros pilotos, e a 18ª da sua carreira.

"Cometi um erro na minha última volta, então pensei que não fosse conseguir a pole position, mas no final foi suficiente", acrescentou.

Suficiente porque Verstappen, que foi para a pista nos últimos segundos, foi chamado de volta para as boxes pela equipa, o que irritou o neerlandês.

"Vamos explicar depois", disse pelo rádio o engenheiro do piloto sobre a decisão, que pode ter acontecido pela falta de combustível ao final da sessão, que poderia ter custado uma desclassificação para o atual campeão mundial.

Embora vá largar da oitava posição, Verstappen ficará novamente com o título se vencer a corrida e Leclerc terminar na melhor das hipóteses em nono com Pérez em quarto (ou quinto, se o mexicano conseguir o ponto extra pela volta mais rápida).

O neerlandês, no entanto, não tem pressa e diz que mantém o foco corrida a corrida. Se não conseguir ser campeão em Singapura, as chances podem ser maiores no próximo fim de semana, no GP do Japão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG