Cenários para Portugal terminar em primeiro lugar do grupo

Seleção portuguesa apurou-se para os oitavos de final com um triunfo sobre o Uruguai.

Desta vez as contas são pela positiva. Habituados à calculadora nos apuramentos, os portugueses estão nos oitavos de final ao fim de dois jogos e só vão precisar de fazer contas para saber se terminam o grupo H em primeiro ou segundo lugar.

A vitória diante do Uruguai confirmou a passagem da seleção à ronda seguinte - já com seis pontos, mais três do que o segundo, o Gana. Coreia do Sul e Uruguai têm um cada.

Eis os cenários para Portugal acabar em primeiro: Se vencer ou empatar com a seleção orientada por Paulo Bento na última ronda (sexta-feira) e se perder com a Coreia do Sul por um golo, desde que o Gana não vença no duelo com o Uruguai por dois ou mais golos.

As outras três seleções do grupo lutarão pelo apuramento, sendo que os ganeses dependem apenas de si para seguir para os oitavos. O Gana apura-se com a vitória sobre o Uruguai, podendo até avançar se empatar, desde que a Coreia do Sul não ganhe por mais de dois golos a Portugal.

Já o Uruguai apenas se apura se derrotar o Gana e a Coreia do Sul não vencer os portugueses, enquanto Paulo Bento tem de ganhar a Portugal para continuar a sonhar, mas isso pode não chegar...

A terceira jornada do Mundial 2022 começa na terça-feira, dia em que algumas seleções vão começar a fazer contas. E algumas podem ser complexas. Há oito critérios para apurar a ordem classificativa na fase de grupos. O primeiro é o número total de pontos obtido e os sete seguintes aplicam-se aos diferentes cenários em casos de igualdade.

A saber:

a) maior número de pontos obtidos em todos os jogos;

b) maior diferença entre golos marcados e sofridos em todos os jogos;

c) maior número de golos marcados em todos os jogos (exemplo: se duas equipas tiverem, por exemplo, um saldo positivo de dois golos, fica à frente a que tiver mais golos marcados.

Se nenhum destes critérios for suficiente, transita-se para os outros cinco.

d) maior número de pontos obtidos no(s) jogo(s) entre as equipas empatadas;

e) superior diferença de golos resultante dos jogos entre as equipas empatadas;

f) maior número de golos marcados em todos os jogos entre as equipas empatadas;

g) critério disciplinar. Um cartão amarelo subtrai um ponto; uma expulsão por acumulação de amarelos subtrai três pontos; um vermelho direto subtrai quatro pontos; um cartão amarelo seguido de vermelho direto subtrai 5 pontos. A equipa que tiver mais pontos (não confundir com mais pontos negativos) termina à frente.

Caso nenhum dos critérios acima referidos sejam suficientes é moeda ao ar... ou quase. Será um sorteio realizado pela FIFA a escolher a equipa que avança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG