Até na monotonia este Sporting brilha

Leão bate Paços (2-0) em jogo monótono, por causa do controlo e eficácia da equipa de Rúben Amorim. Líder já tem 10 pontos de avanço sobre FC Porto.

O guarda-redes do Paços de Ferreira só fez uma defesa difícil: Jordi evitou o golo de Paulinho, ainda em branco desde que se mudou para Alvalade, aos 10 minutos. A segunda oportunidade caiu no colo do Sporting: empurrão de Rebocho sobre Pote, penálti. João Mário não perdoou (20").

O jogo decorria a um ritmo monótono, no sentido em que a equipa de Rúben Amorim impedia o adversário de criar perigo. Recorrendo às faltas (perto de 30), mas sobretudo controlando os espaços.

Exceção: aos 42", Rebocho ganhou a ala e colocou em Sing, mas o avançado, apesar de dominar e driblar com excelência, rematou para o centro da baliza. Adán negou-lhe o empate.

O segundo remate na baliza do Paços foi já na segunda parte. Canto de Porro, desvio de Feddal e remate de primeira de Palhinha para um grande golo.

Com 2-0, o Sporting ainda baixou mais o ritmo, para impedir o Paços de explorar as muitas virtudes que tem como equipa. Ainda assim, os castores conseguiram causar algum perigo em dois ou três lances, mas sem chegarem a finalizar. Os defesas do Sporting resolveram antes disso.

Para uma equipa com tantos miúdos (com 22 anos ou menos: Porro, Gonçalo Inácio, Nuno Mendes, Pedro Gonçalves, Tiago Tomás...), destaque para o controlo emocional e dos ritmos do jogo.

Com a quinta vitória consecutiva na Liga, o Sporting aumenta a vantagem de oito para dez pontos sobre o FC Porto, que empatou com o Boavista. O Braga segue no 3.º lugar, a 11 pontos e o Benfica (empatou em Moreira de Cónegos) já está a 13 pontos do leão.

É o sétimo triunfo seguido, juntando-lhe os dois que valeram a conquista da Taça da Liga.

Em 27 jogos disputados esta época o Sporting só perdeu dois, que ditaram o afastamento da Liga Europa (1-4 na receção ao LASK, a 1 outubro) e da Taça de Portugal (Marítimo, 2-0, 11 janeiro).

O resto são 22 vitórias e três empates, um troféu no bornal (Taça da Liga), 57 golos marcados e 18 sofridos.

No campeonato, a equipa de Amorim ostenta a liderança com apenas três empates e 16 vitórias em 19 jornadas, o segundo melhor ataque com 40 golos (o FC Porto soma 43 em mais um jogo) e a melhor defesa (10 golos sofridos).

O Sporting volta a jogar no sábado, novamente em Alvalade: recebe o Portimonense.

Os três adversários do topo da tabela têm uma jornada europeia pela frente antes da 20.ª jornada.

Faltam 15 jogos para o final do campeonato.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG