Morreu o pai de Ayrton Senna

Milton da Silva foi a pessoa que mais incentivou Ayrton Senna na carreira de piloto de Fórmula 1

DN
Milton Senna ao lado do filho Ayrton Senna© Henri Cahier/Getty Images /AFP

Morreu nesta quinta-feira Milton da Silva, pai do tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, de causas naturais, aos 94 anos em São Paulo, Brasil noticiou o jornal brasileiro Globo.

O anúncio foi feito através de uma rede social oficial do ex-piloto. Miltão, como era carinhosamente apelidado pelo público, foi um grande incentivador da carreira do filho, que morreu em 1994 num acidente quando participava na terceira corrida da temporada, o GP de San Marino, em Ímola.

Acompanhou Ayrton Senna desde o início, nos karts, até ele se tornar tricampeão de Fórmula 1. Milton da Silva deixa a viúva, dona Neyde, e os filhos, Viviane e Leonardo, irmãos de Ayrton Senna.

Milton tinha uma relação profunda com o filho. Uma ligação que se tornou pública em alguns momentos durante a carreira do piloto na F1.