Valtteri Bottas vence Grande Prémio da Turquia

O finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) venceu este domingo, pela primeira vez nesta temporada, uma prova do Mundial de Fórmula 1, ao ser o mais rápido no Grande Prémio da Turquia, 16.ª prova do ano.

O piloto da Mercedes concluiu as 58 voltas ao traçado de Istambul com o tempo de 1:31.04,103 horas, deixando o holandês Max Verstappen (Red Bull) na segunda posição, a 14,584 segundos, com o mexicano Sergio Perez (Red Bull) em terceiro, a 33,471 segundos.

A prova ficou marcada pela chuva miudinha que foi caindo a espaços, mas que deixou o asfalto turco permanentemente molhado, levando os pilotos a montarem apenas pneus intermédios nos seus monolugares.

Com a incerteza a marcar as táticas de corrida, com as equipas a jogarem sobretudo à defesa enquanto esperavam que o asfalto secasse, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), líder do campeonato à partida desta prova, largou da 11.ª posição da grelha devido a uma penalização por mudar o motor do seu monolugar, mas, quando tentava chegar ao segundo lugar de Max Verstappen com os mesmos pneus com que arrancou, a equipa insistiu para que parasse nas boxes para trocar de pneus.

Com o tempo perdido na operação, acabaria por terminar no quinto posto final, já a 41,812 segundos do vencedor e atrás do monegasco Charles Leclerc (Ferrari), entregando a liderança do campeonato ao homem da Red Bull.

O único piloto que tentou montar pneus lisos (slicks) foi o alemão Sebastian Vettel (Aston Martin), que logo se arrependeu após uma saída de pista, regressando às boxes para montar novamente os intermédios.

Com estes resultados, Verstappen tem, agora, 262,5 pontos, mais seis do que Lewis Hamilton, que tinha dois pontos de vantagem à partida desta prova, a 16.ª da temporada, das 22 previstas.

Bottas é terceiro, com 177 pontos, depois desta que foi a 10.ª vitória da sua carreira, a primeira deste ano.

O piloto finlandês, que já não vencia desde o GP da Rússia de 2020, considerou que foi uma das suas "melhores corridas" de sempre.

Já Lewis Hamilton, mostrou-se "frustrado" com a tática da equipa, defendendo que deveria ter "entrado mais cedo" nas boxes ou, então, ter ficado em pista até final. A próxima jornada é o GP dos EUA e disputa-se de 22 a 24 de outubro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG