Quantas vezes já olhou para si hoje?

Sentimos o impacto das emoções que vivemos e é por isso que é tão importante cuidar de nós, da nossa saúde, do nosso corpo e da nossa pele.

Preocupamo-nos com tudo e com todos: se os miúdos levaram o lanche para a escola ou fizeram os trabalhos de casa, se seguiu a marmita correta para mais um dia de trabalho ou até se deixamos a comida para o gato, que passa o dia sozinho em casa. Ora, para estarmos "aptos" para estes cuidados, dispensamos muitas das preocupações que temos connosco.

O que precisa mesmo é de estar num ambiente acolhedor, concebido para proporcionar o máximo de relaxamento e uma experiência multissensorial, numa atmosfera serena e simultaneamente revigorante.

O Aqua Day spa dispõe de menu completo, com vários serviços estéticos, assentes nas mais avançadas tecnologias do mercado e serviços de bem-estar, para fazer desligar o "relógio mental" e deixar-se levar por um momento de verdadeiro relaxamento.

Para além de um serviço contínuo, presente e profissional, esta é mesmo a altura certa para colocar as desculpas de lado e deixar-se levar por estes tratamentos personalizados.

Basta fazer a manutenção do seu smart no site c lube s mart . Faça a marcação online até 31 de dezembro de 2018 e a s mart oferece-lhe um voucher de uma massagem para duas pessoas pelo valor de uma. Depois de visitar a oficina autorizada que selecionou, a única coisa que tem de fazer é ligar para o Aqua Day spa, efetuar a sua reserva e apresentar o voucher no dia de utilização.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?