Os melhores momentos da Grande Conferência da Água e Energia

A Grande Conferência da Água e Energia, coorganizada pela ADENE - Agência para a Energia e pelo Diário de Notícias debateu no passado dia 18 de dezembro um conjunto de temas ligados à eficiência hídrica e energética.

A sessão de abertura contou com a presença do Secretário de Estado da Energia, João Galamba que destacou o objetivo para 2030 de 45% da nossa energia ser de origem em fontes renováveis e reforçou a necessidade de esforço coletivo para estruturar uma transição energética que potencie e otimize o tecido industrial, tecnológico e científico nacional para aproveitar as oportunidades existentes.

Altino Álvares, Presidente executivo, PIBHub - Portugal India Business Hub abordou temas como a Literacia, Digitalização, Cooperação, bem como as oportunidades de aprendizagem e Sinergias entre Água e Energia, incluindo instrumentos para a eficiência e mudança de comportamentos.

O debate "Como informar e incentivar os cidadãos para a eficiência hídrica e energética?" contou com a presença de João Nuno Mendes, Presidente, Grupo AdP - Águas de Portugal; Isabel Oliveira, Coordenadora de Estudos Técnicos, Decoproteste; João Bernardo, Diretor-geral, DGEG - Direção Geral de Energia e Geologia; Nuno Lacasta, Presidente do Conselho Diretivo, APA - Agência Portuguesa do Ambiente; Luís Seca, Administrador, INESC-TEC; e Victor Ferreira, Presidente do Cluster Habitat Sustentável.

Na primeira parte da Conferência abordou-se a importância de ajudar os cidadãos a implementar práticas de eficiência hídrica no seu dia-a-dia e, por outro lado, a necessidade de simplificar a relação que têm com a energia, aumentando a sua literacia energética, no início da segunda parte, Maria João Coelho, Vice-Presidente da ADENE, apresentou os primeiros Resultados de um Processo de Construção participado de um programa para a promoção da Eficiência Hídrica nos edifícios.

No final da Grande Conferência da Água e Energia foi apresentado, por Miguel Sales Dias, Administrador da ADENE, o CINERGIA que pretende contribuir para a Literacia Energética.

O CINERGIA - Centro de Informação para a Energia - visa dar a conhecer a todos os cidadãos consumidores de energia uma visão integrada do setor energético.

No encerramento o Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, que recordou as metas de eficiência energética que o país traçou para 2030.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.