Tiago Rodrigues cancelou participação em festival em Israel e adere a boicote cultural

O diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II cancelou a sua participação num festival em Jerusalém, em junho, e decidiu aderir ao boicote cultural a Israel, de acordo com um comunicado hoje divulgado por aquela entidade.

No comunicado, Tiago Rodrigues começa por explicar que, embora se oponha "de forma veemente à opressão do povo palestiniano pelo governo israelita", aceitou o convite para apresentar a peça "By Heart", em junho, no Israel Festival, em Jerusalém, "promovido por uma organização sem fins lucrativos que se apresenta como um projeto artístico que promove uma sociedade plural e pacífica".

Entretanto, apercebeu-se, "através das comunicações oficiais do festival", que a edição deste ano "'marca o 70º aniversário da independência do Estado de Israel'".

"A menção desta celebração por parte do festival não é acompanhada de uma única palavra de crítica à conduta do Estado de Israel face ao povo palestiniano durante os últimos 70 anos. Este é um anúncio de grande significado político sobre o qual não fui informado quando fui convidado a participar no festival. Não aceito que o meu trabalho artístico seja usado com motivos políticos sem o meu acordo", lê-se no comunicado.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.